Política de línguas

 “Teve um tempo que nós, para viver, precisamos nos calar. Hoje, nós, para viver, precisamos falar”. (Pajé Luiz Caboclo – índio Tremembé do Ceará)  Se eu fosse os índios – não UM índio, mas OS ÍNDIOS que vivem nesse chão que é hoje o Brasil - aproveitaria a Conferência...

Detalhes

 ‘O homem que falava com o espelho’. Esse podia ser o título, mais apelativo, da crônica de hoje. O homem é Tikuein, um índio Xetá, da aldeia São Jerônimo, norte do Paraná. Na língua dele, “bom dia” é “Entxeiwi”, saudação com que, diariamente, iniciava uma longa convers...

Detalhes

 Quinta-feira, 13 de dezembro. Hora do almoço. O chofer da camionete chapa branca, apelidado de ‘Malandro Carioca’, pára na garagem do hotel. Desce o deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), trajando paletó azul e gravata vermelha. Encontra seu irmão caçula no restaurante. O ga...

Detalhes

Dona Fiota. Ela é dona Fiota e pronto. Ninguém a conhece pelo nome de Maria Joaquina da Silva. Mas também quem é que chama Tiradentes de Joaquim José da Silva ou Pelé de Edson Arantes do Nascimento? Basta uma única conversa para perceber que dona Fiota é uma mulher pod...

Detalhes

.Ixê aikú iké akuntai arama penharã mayé uyukuawa kua yaneenga nheegatu. Asuí ambéu arama mayé yasasaua puxuera tiresewara yaxari putai ukanhemo kua yaneenheega. - Égua! Que diabo é isso? – pergunta o leitor assustado. Bom, vou logo avisando que estou apenas transmitind...

Detalhes

Foi vestido com meu paletó 'abafa-banana'ainda cheirando à naftalina que compareci à Câmara dos Deputados em Brasília, para participar de dois eventos:audiência pública no auditório da Comissão da Amazônia e lançamento no salão nobre da Câmara do livro “Rio Babel – a hi...

Detalhes

 (De Quito, Equador) - O ex-ministro da ditadura militar, Delfim Neto, certamente seria ridicularizado – com muita razão – se comparecesse ao XV Congresso Internacional de Línguas em Perigo, que se realizou em Quito, Equador, de 7 ao 9 de setembro, com a participação de...

Detalhes

Paca, tatu, cotia sim. Esses e outros bichos desconhecidos na Europa foram encontrados no litoral brasileiro e na Amazônia pelos portugueses, que tomaram emprestado das línguas indígenas os nomes de animais, peixes, plantas, práticas culinárias, tecnologias tradicionais...

Detalhes

CORTEM A LINGUA DELES ! Cada quinze dias acontece uma morte. Dizem que cortam a língua da vítima.O cadáver desaparece sem deixar vestígio. Daqui até o natal haverá mais dois assassinatos em algum lugar do mundo, segundo o investigador irlandês David Crystal. Nenhuma pol...

Detalhes

Dadme, por favor, un pedazo de pan... / pero dadme / en español. César Vallejo (1892-1938) - La Rueda del Hambriento Neste sábado, lembrei o poeta peruano César Vallejo mendigando lá na França um pedaço de pão, mas que lhe dessem em espanhol, sua língua materna. A lem...

Detalhes

"Preservar a tradição não é conservar as cinzas, mas soprar a brasa para garantir que o fogo continue iluminando (Jean Jaurés). A primeira vez que ouvi falar na língua occitana foi em 1972 quando estava exilado em Paris. Uma amiga francesa, Paulette Delpont, me c...

Detalhes

Uma frase - uma simples frase - me fez viajar a Montpellier para participar com 15 mil pessoas da manifestação realizada neste sábado (24) em defesa da língua occitana. Os manifestantes exigiam que a Carta Europeia de Línguas Regionais e Minoritárias, assinada pelo Esta...

Detalhes

Uma frase - uma simples frase - me fez viajar a Montpellier, para participar com 15 mil pessoas da manifestação realizada neste sábado (24) em defesa da língua occitana. Os manifestantes exigiam que a Carta Europeia de Línguas Regionais e Minoritárias, assinada pelo Est...

Detalhes

"Uma língua é um dialeto que tem Exército, Marinha e Aeronáutica". R.A.Hall Oaxaca, México. Uma mulher de 28 anos, Irma López Aurélio, cuja língua materna é o mazateca, sentindo dores de parto, procurou um hospital,que se recusou atendê-la. Ela saiu e teve o filho ali ...

Detalhes

CUNHA TAÍ? EJEÍ UPEGUI CUNHA É. É isso mesmo. É assim que se diz em língua guarani "Fora Cunha": Ejeí upegui Cunha. E já que o país é multilíngue, o grito em português pode ter sido traduzido não só ao guarani, mas a dezenas de outras línguas faladas por índios, muitos ...

Detalhes