guerra

(De Paris) – Sem qualquer pena ou remorso, corte o coelho em pedaços, pincelando-os discretamente com mostarda de Dijon. Deixe-os em uma porção de óleo. Enquanto isso, ferva uma garrafa de vinho branco com alho cortado, louro, tomilho, cenoura e um pouco de açúcar. Derr...

Detalhes

. A fila de puxa-sacos era grande. Um atrás do outro. Comerciantes, fazendeiros, donos de escravos, cônegos, bispos, funcionários, fidalgos e nobres de igarapé, todos encasacados, aguardavam, ansiosos, a hora de beijar a mão de D. João VI. Era o dia 8 de março de 1808. ...

Detalhes

   (Do ‘correspondente de guerra’ do Diário do Amazonas no RJ) Suas pernas grossas e bem torneadas, reveladas por uma saia curta amarela, eram – como a gente dizia em Manaus - dois tocos de amarrar onça. Subiam e desciam tão celeremente que o calcanhar batia na bunda. T...

Detalhes