peixes

A partir de hoje, o leitor encontrará aqui entrevistas com personalidades da vida política e cultural. Manja a página dominical do Élio Gaspari? Pois é. Trata-se de algo similar, enriquecido porém com uma inovação inspirada em Nelson Rodrigues e num personagem criado po...

Detalhes

.Rose abriu a porta do banheiro. Viu, lá dentro, uma cena espantosa e desgarradora, similar aquela do filme “Psicose”, de Hitchcock. Chocada, deixou a escova de dentes cair no chão e saiu correndo, de beibedol, pelo bairro, com uma cara de pavor. Seu grito, escandalosam...

Detalhes

.De repente, não mais que de repente, me invoquei com a palavra pitiu. Pitiu é uma palavra que nasceu no Amazonas. Autêntica planta nativa, brotou aqui, no nosso solo, como a pupunha, o guaraná, o jaraqui e o Serafim Corrêa. Quando sentiam cheiro forte de peixe, os índi...

Detalhes

  Pode reparar: no fundo, no fundo, por trás de qualquer safadeza, existe sempre uma dose de frescura ou, como diria o saudoso senador Fábio Lucena que se amarrava num latinorum, “nulla lascivia sine frigidarium”. Por isso, todo pirarucu safado é fresco, embora nem todo...

Detalhes

Era uma vez um peixinho da família Bodó. Ganhou o apelido de Cascudinho porque tinha escamas ásperas e duras que formavam uma espécie de capacete protetor em volta de seu corpo. Quando as águas do rio baixavam, ele cavava buracos nos barrancos e morava ali, quase como u...

Detalhes

O bodó Cascudinho sempre chegava atrasado na Escola do Igapó, frequentada pelos peixes da Amazônia. Foi lá que ele ganhou a fama de mentiroso, porque inventava histórias mirabolantes para justificar o seu atraso. Na segunda-feira, no primeiro dia de aula, eis o que acon...

Detalhes