Dona Elisa

Dona Elisa, como todo amazonense que se preza, era viciada em dominó. Nas reuniões familiares de fim de semana, nos aniversários, ela era a primeira a se sentar em volta da mesa. Gostava de embaralhar as pedras, que tilintavam como agradável música aos seus ouvidos. Jog...

Detalhes

.Se não fosse um sacrilégio, eu diria que dona Elisa, em suas orações, fala com Deus de igual para igual, com a mesma intimidade com que compra banana na Leonor. Chova ou faça sol,diariamente, ela dedica, no mínimo, uma hora contada no relógio para suas preces.Curioso, ...

Detalhes

 - Isto é um assunto sério, muito sério!    Esta é a frase preferida do Amazonino Mendes, quando interrogado por jornalistas a respeito de temas sobre os quais ele não entende necas de pitibiribas. E não são poucas as questões sobre as quais ele bóia como rolha na água...

Detalhes

  Tinha 82 anos, mas era hiperativa. Cuidava dos netos, da casa, da paróquia, ensinava catecismo, militava na pastoral da saúde e ainda encontrava tempo para dar sermões e esbregues na Pretinha, uma de suas filhas, que a visitava diariamente para filar o café da manhã. ...

Detalhes