CRÔNICAS MAIS ACESSADAS

CRÔNICAS RECENTES

O livro de Bolso verde-amarelo

Líderes revolucionários de vários países provocaram o júbilo de seus seguidores ao divulgarem seus pensamentos em livros de bolso, sempre identificados por uma cor simbólica: “O pequeno livro vermelho...

O beabá é outro: a canoa da educação brasileira

“Tem que voltar ao velho método fônico, beabá, como era nos anos 60,70” – declarou Olavo de Carvalho na quinta (3), à Folha de SP, ao defender medidas daquele que ele indicou para ser ministro da Educ...

As línguas indígenas, o Brasil e a Unesco em 2019

Na língua guarani, o homem denomina sua irmã de (t)xereindy, que significa algo assim como “luz de minha vida”. Já a mulher chama seu irmão de (t)xekywy, em livre tradução “aquele que está sempre ao m...

A língua de Jesus: a necropolítica

A recente revelação da ministra de que bateu papo com Jesus em cima de uma goiabeira, em Sergipe, em 1974, torna oportuna neste natal a pergunta: qual a língua usada na conversa? Foi a mesma das cançõ...

A parábola da goiabeira: Damares (18:5-6)

O riso volta a ser censurado no Brasil, desta vez pelo presidente eleito Jair Bolsonaro incomodado com a gargalhada coletiva que explodiu nas redes sociais, provocada pelo vídeo em que a pastora Damar...

A macaca que chorou a morte da cria

O macaco-aranha orelhudo, com barriga de bispo, saltitava agilmente de galho em galho, usando cauda, pernas e braços alongados. Era um coatá de cara preta. Parecia feliz e exibia sua alegria sapeca se...

140x140

13051109

ACESSOS AO SITE