Reza

.Se não fosse um sacrilégio, eu diria que dona Elisa, em suas orações, fala com Deus de igual para igual, com a mesma intimidade com que compra banana na Leonor. Chova ou faça sol,diariamente, ela dedica, no mínimo, uma hora contada no relógio para suas preces.Curioso, ...

Detalhes