CRÔNICAS

O RIO DE JANEIRO CONTINUA LINDO?

Em: 28 de Novembro de 2010
Tags:
Visualizações: 30995

 
 
 
 
Foto: Ana Helena Tavares
 
 


 
(Do ‘correspondente de guerra’ do Diário do Amazonas no RJ) Suas pernas grossas e bem torneadas, reveladas por uma saia curta amarela, eram – como a gente dizia em Manaus - dois tocos de amarrar onça. Subiam e desciam tão celeremente que o calcanhar batia na bunda. Tinha medo. Ela era jovem e corria, ofegante, pela Av. Presidente Vargas no sentido contrário ao ônibus que pegava fogo. Densa cortina negra de fumaça manchava os céus. Cheiro forte de borracha queimada. Pra falar a verdade, essa foi a única cena em que estive de corpo presente. O resto, acompanhei, como todo mundo, pela televisão.
 
O Rio se transformou numa praça de guerra. Dizem que os traficantes pagaram, quase sempre a menores de idade, entre R$200,00 e R$400,00 por veículo queimado. Dessa forma, nos últimos dias, tocaram fogo em dezenas de carros, aqui e ali, nas ruas do Rio, num processo similar ao ocorrido no réveillon de 2010 em Paris, quando mais de 1.100 viaturas foram incendiadas. Aqui a escala foi menor, mas o suficiente para criar um clima de pânico na cidade. 
  
Embora distante da linha de tiro, acabei vendo um ônibus virar bola de fogo graças ao secretário de segurança José Mariano Beltrame e a um livro didático. Se não fossem eles, esse pífio ‘correspondente de guerra’ não sairia de casa e nada teria a contar. Saí. Conto o caso como o caso foi.
  
Moro em Niterói, trabalho em duas universidades no Rio. Cruzo diariamente a baía. Estava alarmado com as notícias divulgadas pelas emissoras de rádio e TV, complementadas por boatos que circulavam velozmente na internet, divulgados pelo Twitter e pelo SMS. “Vão explodir a ponte Rio-Niterói” – me escreve um aluno, acrescentando que bandidos – parece - haviam assaltado uma pedreira, de onde roubaram uma tonelada de dinamite. Ele avisou que não iria à Faculdade. 
  
“E eu? Vou ou não vou?” – pensei – assaltado pela dúvida, o que é melhor do que ser assaltado por um bandido. Era só um boato? Como saber? Todas as vezes que me encontro em situação similar, uma frase emerge lá do porão da memória, martela minha cabeça e decide por mim:
 
“O sentimento do dever me robustece”
 
Sentimento do dever
 
Essa frase constava num dos textos escolares que estudei nos anos 1950 no Colégio Aparecida, na minha longínqua infância em Manaus. Acho que foi pronunciada solenemente por algum personagem da história pátria, algum herói fabricado. Fazia parte do livro Pedrinho e seus amigos, cuja capa era ilustrada por três crianças - Pedrinho, Zezinho e Maria Clara - com o cachorro Veludo correndo, alegre e saltitante. 
 
A lembrança da frase (e do Veludo latindo) foi acompanhada pela entrevista do Beltrame na rádio. “Qual o conselho que o Sr. dá à população”? Ele respondeu: “manter a rotina”. Ora, minha rotina é dar aula. Se alguns alunos vencessem o medo, tinham que encontrar seu professor, lá, nas trincheiras do saber. Por isso, robustecido, saí de casa, consolado por uma ideia: se a ponte explodir comigo, o Batará manda erguer uma estátua com meu busto, diante do Diário, com a frase gravada em bronze:
 
“Ao Taquiprati, correspondente de guerra e mártir da educação”. Ou então: “Ao Taquiprati, morto, mas robustecido pelo sentimento do dever”. 
 
Na ida, o trânsito estava uma maravilha, não havia aquele inferno de sempre dos engarrafamentos quilométricos. Com medo, os donos das empresas haviam retirado de circulação diversas linhas, reduzindo a frota. Também muitas pessoas, que não estudaram no livro do Pedrinho, ficaram em casa. Um cínico insensível poderia dizer que está descoberta a fórmula para acabar com os congestionamentos no trânsito.
  
Na Universidade, me esperavam duas alunas, igualmente robustecidas pelo sentimento do dever. Numa turma de trinta alunos, elas eram, justamente, as únicas que não faltaram nenhuma aula. Justificaram a ausência dos colegas, alguns moradores da Penha e das proximidades do front da guerra. Nem precisava. Improvisamos, então, uma aula, ali, sentado na escadaria, na entrada do prédio. Discutimos, entre outras coisas, o impacto das novas tecnologias na cultura contemporânea e o papel da internet. 
 
Ali, na escadaria, soubemos que a reitora da UNIRIO havia decidido suspender as aulas. Escolas e universidades cancelaram provas, camelôs recolheram barracas, comerciantes fecharam suas lojas e grandes empresas - Petrobrás, Vivo, Furnas, Fio-Cruz - liberaram mais cedo seus funcionários. Foram cancelados ainda os ensaios das escolas de samba e suspensas as semifinais do Campeonato de Futsal. Quando o samba e o futebol reagem, é porque as tropas aliadas estão quase desembarcando na Normandia. 
 
Desembarque na Normandia 
 
As redes de TV mostravam o que estava acontecendo no outro lado da cidade, na Vila Cruzeiro e no Complexo do Alemão, onde a cobra fumava. As tropas aliadas depois de intensos combates com os traficantes chegaram ao alto da favela, deixando um rastro de destruição: carros incendiados, fios arrebentados, transformadores explodidos, manchas de sangue, marcas de balas nos muros, munição deflagrada espalhada pelo chão. Algumas dezenas de mortos, muitos presos.
 
A TV Globo colocou dois helicópteros – um Globocop trazido especialmente de São Paulo – e alterou sua grade de programação, cobrindo durante mais de seis horas ininterruptas a guerra entre o exército dos traficantes e as tropas aliadas. As rádios do Rio deixaram de transmitir A Voz do Brasil para acompanhar os fatos. 
 
A mídia foi unânime em saudar os seis blindados da Marinha – modelo usado no Vietnã - e a tropa de Fuzileiros Navais, com rostos pintados, que invadiram a Vila Cruzeiro, ao lado dos caveirões e dos Policiais do Batalhão de Operações Especiais (BOPE). A fuga de duzentos traficantes para o Morro do Alemão foi transmitida ao vivo. 
 
O Globo abriu manchete: “O Dia D da guerra ao tráfico”, onde sem temer o ridículo destacou a “semelhança simbólica com o desembarque das tropas aliadas na Normandia” na segunda guerra mundial (menos, família Marinho, menos!). Publicou ainda sugestão de um leitor para que o Brasil emprestasse de Israel um daqueles helicópteros que possuem bombardeio de precisão. Mas no final foi comedido: não exigiu o uso de submarinos e porta-aviões.   
 
O ministro da Defesa apareceu numa entrevista ao lado do governador Cabral, mas – que decepção! – Jobim não estava fantasiado com o uniforme militar camuflado que costuma usar nessas ocasiões. O poder de fogo dos bandidos foi invocado repetidas vezes: armas pesadas, granadas, coletes à prova de bala, radiotransmissores, carros e até 300 motocicletas apreendidas. Além de um batalhão motorizado, os traficantes tinham até uma “enfermaria” - um “hospital” segundo um telejornal que exibiu a prova: uma caixa de papelão com remédios apreendida pela polícia.
 
O desembarque na Normandia carioca repercutiu e ganhou as manchetes dos jornais do mundo inteiro. Se na época da ditadura militar a guerrilha urbana tivesse a metade do poder de fogo que a mídia diz que os traficantes têm, o lema seria: “criar um, dois, três Complexos do Alemão”. E Dilma Rousseff assumiria a presidência com trinta anos de antecipação. 
 
Quem tem pescoço francês, tem medo. Esse correspondente de guerra, com medo, admite o fracasso em sua primeira experiência nesse tipo de cobertura. Lamenta também não poder compartilhar o entusiasmo por uma guerra apresentada pela mídia como a luta entre o bem e o mal. Se tudo isso acontecesse em uma aldeia indígena, a mídia falaria de barbárie, de atraso, de selvageria.
 
Deixo, portanto, com os leitores a pergunta formulada pelo sociólogo José Cláudio Alves, da UFRRJ, em um primoroso artigo: “Qual é a verdadeira guerra que está ocorrendo? Ela é simplesmente uma guerra pela hegemonia no cenário geopolítico do crime na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Quem está por trás da produção miditática? (...) Até quando seremos tratados como estadunidenses suportando a tropa do bem na farsa de uma guerra, na qual já estamos há tanto tempo, que nos esquecemos que sua única finalidade é a hegemonia do mercado do crime no Rio de Janeiro?”.
 
Não consigo esquecer a cara de medo da menina de saia amarela que corria pela Presidente Vargas. Ela tinha um sinal parecido ao da atriz Leandra Leal. Fico com a incômoda sensação de que o sentimento do dever não me robusteceu. O Rio de Janeiro continua lindo? Alô, alô, Complexo do Alemão! Aquele abraço!
 
P.S. Ana Helena Tavares, editora do Blog Quem Tem Medo do Lula, escreveu: "Ontem, sábado, 27/11/2010, saí de casa com uma máquina fotográfica na mão e uma cisma na cabeça: sim, apesar de tudo, o Rio de Janeiro continua lindo. Em busca de provar isto, tirei mais de duas dezenas de fotos, dentre elas a que escolhi para ilustrar este artigo. Nuvens ciceroneavam o Cristo, como querendo poupá-lo. Mas nada lhe tira sua majestade, nem tampouco a beleza desta cidade. Quem quiser ver as outras fotos e tirar suas próprias conclusões, entre no Blog Quem Tem Medo do Lula.


 

Comente esta crônica



Serviço integrado ao Gravatar.com para exibir sua foto (avatar).

133 Comentário(s)

Avatar
Elaine Ramos Silva comentou:
07/12/2010
Você é motivo de conforto , admiração e orgulho da minha terra diante da vastidão de sujeira e hipocresia que destrói o nosso estado,por isso, gostaria de saber se você tem publicado um livro de crônicas que me auxilie a não esquecer e ainda mais, divulgar a verdade sobre essa \"gente respeitosa e digna\" que infelizmente ainda nos governam, por favor.Abraços. Elaine.
Comentar em resposta a Elaine Ramos Silva
Avatar
Cris Amaral comentou:
07/12/2010
Falar é muito difícil, agora dizer, pode-se dizer qq coisa. E o melhor em certos assuntos é calar; não aos olhos de sua maravilhosa crônica como sempre, com inteligência, perspicácia e pitada de humor deste teu recado. Mas me calo diante de ttos julgamentos preconceituosos que li e reli em alguns comentários, sem entender a razão para tanto desamor. Quanto a meu Rio, sim continua lindo e será cada vez mais, à medida que houver mais respeito ao próximo, mesmo que este não esteja tão próximo...
Comentar em resposta a Cris Amaral
Avatar
Cris Amaral comentou:
07/12/2010
Querido Professor Bessa falar é muito difícil, agora dizer, pode-se dizer qualquer coisa. E o melhor em certos assuntos é calar; não aos olhos de sua maravilhosa crônica como sempre, com inteligência, perspicácia e uma pitada de humor deste o teu recado. Mas me calo diante de tantos julgamentos preconceituosos que li e reli em alguns comentários, sem entender em muitos a razão, para tanto desamor declarado. Quanto ao meu Rio, sim ele continua lindo e será cada vez mais lindo, à medida que, ho
Comentar em resposta a Cris Amaral
Avatar
Eneida comentou:
05/12/2010
Querido Bessa, Muito obrigada por sua cronica que me esclareceu que, como eu suspeitava e o sociológo da UFRRJ esclareceu, o que acontece é uma guerra pela hegemonia no cenário geopolítico do crime na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Que o Cristo nos ajude! Só ele mesmo! Um abraço, Eneida Eneida
Comentar em resposta a Eneida
Avatar
VANIA NOVOA TADROS comentou:
03/12/2010
É ISSO MESMO!CERTOS ASSUNTOS NÃO DÁ PARA DEBATER COM NEÓFITOS OU AMADORES. VÁ ESTUDAR, DEJBAD, E DEPOIS VOLTE.
Comentar em resposta a VANIA NOVOA TADROS
Avatar
Djwery comentou:
03/12/2010
Sra. Alice, "Trados" e desconhecido, evidentemente fica difícil uma discussão quando alguém do grupo se coloca como doutora sem saber quem são seus interlocutores, achando que quem não fez universidade não tem nível pra discutir. Ora no campo de idéias e pontos de vista, que diferença faz ter curso superior? Na questão segurança, entendo muito pouco,aliás ninguém entende...mas no campo social e antropológico eu discuto.
Comentar em resposta a Djwery
Avatar
VANIA NOVOA TADROS comentou:
03/12/2010
BESSA, O BOM É QUE AS TONELADAS DE DROGAS APREENDIDAS NO COMPLEXO DO ALEMÃO JÁ COMEÇARAM A SER DESTRUÍDAS. PORQUE SE FICAREM POR AÍ ACABAM SENDO RECOMPRADAS POR NARCOTRAFICANTES
Comentar em resposta a VANIA NOVOA TADROS
Avatar
comentou:
03/12/2010
\DJWERY, UMA UNIVERSIDADE FAZ A DIFERENÇA SIM! E UM VOCÁBULO É CONSTRUÍDO POR UM CONJUNTO DE LETRAS ORDENADAS DE TAL FORMA QUE PASSAM EXPRIMIR UM SIGNIFICADO. ORDENAÇOES DIFERENTES QUALIFICAM OUTRO OBJETO, SER, OU SITUAÇAO
Comentar em resposta a
Avatar
VANIA TADROS comentou:
03/12/2010
ALICE, POR OUTRO LADO VC NAO PODE ENTRAR AQUI QUERENDO DAR ORDENS. SENAO TEREI QUE COMEÇAR UMA BRIGUINHA PARTICULAR E DESAGRADÁVEL COM VC. MEU ESTILO É BATEU LEVOU
Comentar em resposta a VANIA TADROS
Avatar
VANIA NOVOA TADROS comentou:
03/12/2010
ALICE, PARA SABER COMO COMEÇOU ESSA BRIGA É FÁCIL. BASTA VC SE DISPOR A LER TODAS AS POSTAGENS DESSE ARTIGO E DO ANTERIOR. ESSA PESSOA QUE SE AUTO DENOMINA DJVERY RESOLVEU ME ATACAR GRATUITAMENTE JUSTAMENTE PORQUE NÁO ENTENDE NADA A CERCA DO TEMA
Comentar em resposta a VANIA NOVOA TADROS
Avatar
Alice Ortiz comentou:
02/12/2010
Desculpe-me, sr. Djwerry e sra. Vânia, ainda que mal pergunte o que é que a violência no Rio de Janeiro tem a ver com vossa briguinha particular que descambou para a picuinha pessoal? Por que o gerente dessa página, em vez de publicar vossas picuinhas, não coloca os dois numa arena para se azunharem?
Comentar em resposta a Alice Ortiz
Avatar
Djwery comentou:
02/12/2010
Errou sim, mas tentou de forma não convicente justificar que foi "erro de digitação" como se o "j" ficasse próximo do "g" no teclado. Pra cima de mim Doutora! Que diferença faz de quem cursou universidade ou não? Você está mais uma vez firmando uma postura preconceituosa, classista e racista. Pra mim você continua sendo TRADO que quer dizer "molusco gastrópode"
Comentar em resposta a Djwery
Avatar
Vânia Novoa Tadros comentou:
02/12/2010
ERREI MESMO.ERRO DE DIGITAÇÃO VC ERROU MEU NOME QUE É TADROS. NÃO FAZ MAL A NINGUÉM.ASSUMO.AGORA ENTENDI. VC É DAQUELES QUE NÃO CURSOU UNIVERSIDADE E AGORA QUER QUE TODOS DESÇAM DE NÍVEL PARA VC, SEM GRANDES SACRIFÍCIOS, EQUPARAR-SE A NÓS
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros
Avatar
Djewery (1) comentou:
02/12/2010
Vânia Trados é um baluarte do que há de mais valioso em nossa sociedade e, nesse sentido, qualquer crítica a ela deve ser banida.Sra. Vânia, a sra está ultrapassada,nossas sociedades não suportam mais os métodos de intimidação, ocultamento e manipulação que ainda eram aceitos na ditadura, num passado não tão distante. Nossa percepção do que seja uma sociedade democrática, igualitária e justa vai se aperfeiçoando. Deixe a soberba de lado e vamos caminhar, juntos, para a democracia e a liberdade.
Comentar em resposta a Djewery (1)
Avatar
Djewery (1) comentou:
02/12/2010
Vânia Trados é um baluarte do que há de mais valioso em nossa sociedade e, nesse sentido, qualquer crítica a ela deve ser banida.Sra. Vânia, a sra está ultrapassada,nossas sociedades não suportam mais os métodos de intimidação, ocultamento e manipulação que ainda eram aceitos na ditadura, num passado não tão distante. Nossa percepção do que seja uma sociedade democrática, igualitária e justa vai se aperfeiçoando. Deixe a soberba de lado e vamos caminhar, juntos, para a democracia e a liberdade.
Comentar em resposta a Djewery (1)
Avatar
Djewery (2) comentou:
02/12/2010
Todos os cidadãos tem direito de ser feliz. O pobre na favela, o rico no asfalto. Não sei o que representa esse "CONQUISTEI", ninguém está acima do bem ou do mal. E assim espero e desejo que a Sra vá, lentamente, descendo do pedestal e se adaptando à normalidade da atual convivência humana. Ah, a sra. Escreveu “injerir”, vá no dicionário e verá que é “ingerir”. Não sei se a sra teve acesso à educação superior. Nós, nas classes populares, preferimos “ingerir” ovos coloridos, que é o correto.
Comentar em resposta a Djewery (2)
Avatar
Djwery comentou:
02/12/2010
"A Vânia Trados é um baluarte do que há de mais valioso em nossas sociedades e, nesse sentido, toda a qualquer crítica a ela deve ser banida". Sra. Vânia, a senhora está ultrapassada, nossas sociedades não suportam mais os métodos de intimidação, ocultamento e manipulação que ainda eram aceitos na ditadura, num passado não tão distante. Nossa percepção do que seja uma sociedade democrática, igualitária e justa vai se aperfeiçoando. Deixe a soberba de lado e vamos caminhar para a democracia e a
Comentar em resposta a Djwery
Avatar
Vânia Novoa Tadros 2 .12 comentou:
02/12/2010
DJEVERY, SE TUA AUTO ESTIMA ESTÁ LÁ NO PÉ E ACHAS QUE TEU CORPO MERECE INJERIR PORCARIA É PROBLEMA TEU. EU TENHO ORGULHO DO QUE CONQUISTEI.
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros 2 .12
Avatar
Djwery comentou:
01/12/2010
Prezado Seródio, concordo plenamente contigo! Inclusive já comi muito ovo colorido com o Freixo, homen honrado perseguido pelas milícias, inclusive seu irmão foi assassinado porque foi confundido com ele. Os verdadiros criminosos são aqueles que não descem do pedestal e permanecem no lugar que conquistaram...
Comentar em resposta a Djwery
Avatar
Djwerry (1) comentou:
01/12/2010
Cara Rosi. Suponho que o Desconhecido seja eu. Quando há divergências, procuro compreender e buscar um consenso mínimo, para que o diálogo não se inviabilize, considerando que ninguém é dono da verdade.Você fez uma pergunta, vou tentar responder,não sou especialista no assunto mas os acompanho. Todos os executivos e legisladores do Rio teem pleno conhecimento dos problemas. Agora não existe nenhuma ação criminal no Rio que segmentos policiais corruptos estejam ausentes.
Comentar em resposta a Djwerry (1)
Avatar
Djwerry (2) comentou:
01/12/2010
E só por isso que ainda existe tráfico armado, assim como as milícias. Quanto a mídia, entendo que definiu o caos no Rio de Janeiro, salpicado de cenas de guerra e morte, pânico e desespero, como um dia histórico de vitória: o dia em que as polícias ocuparam a Vila Cruzeiro e o Complexo do Alemão. Ou eu sofri um súbito apagão mental e me tornei um idiota contumaz ou os editores midiáticos sentiram-se autorizados a tratar milhões de telespectadores como contumazes idiotas.
Comentar em resposta a Djwerry (2)
Avatar
VANIA TADROS comentou:
30/11/2010
DESCULPEM-ME ESSE DESCONHECIDO SOU EU. AS VEZES ESQUECO DE REGISTRAR O NOME E O EMAIL. AI O SITE ESTA PROGRAMADO PARA GRAVAR DESCONHECIDO
Comentar em resposta a VANIA TADROS
Avatar
Joaquim Seródio comentou:
30/11/2010
O deputado Marcelo Freixo (Psol-RJ), conhecido pelo combate às milícias, afirma que a repressão poupou "a fonte do financiamento do tráfico". A polícia carioca nas favelas reforça "a criminalização da pobreza" e não enfrenta o crime organizado, que está fora da favela. A favela é a mão de obra barata. É a barbárie - diz o deputado, elencando a Baia da Guanabara e o Porto como locais onde há o tráfico de armas e onde lucra o crime organizado.
Comentar em resposta a Joaquim Seródio
Avatar
Djwery comentou:
30/11/2010
Cara Rosi. Suponho que o Desconhecido seja eu. Quando há divergências, procuro compreender e buscar um consenso mínimo, para que o diálogo não se inviabilize, considerando que ninguém é dono da verdade.Você fez uma pergunta, vou tentar responder,não sou especialista no assunto mas os acompanho. Todos os executivos e legisladores do Rio teem pleno conhecimento dos problemas. Agora não existe nenhuma ação criminal no Rio que segmentos policiais corruptos estejam ausentes. E só por isso que ainda
Comentar em resposta a Djwery
Avatar
Vânia Novoa Tadros comentou:
30/11/2010
O GOVERNO ELEITO ESTÁ TOMANDO AS MEDIDAS QUE TEM OBRIGAÇÃO JUSTAMENTE PORQUE DEVE ADMINISTRAR O MORRO TAMBÉM.MAS PARECE QUE ALGUMAS PESSOAS NÃO GOSTARAM, MUITO POUCAS ALIÁS, PORQUE AÍ NÃO VÃO TER O QUE RECLAMAR,
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros
Avatar
comentou:
30/11/2010
ROSI MAS JÁ QUE COMEÇARAM AGORA VAMOS INCENTIVÁ-LOS COMO A POPULAÇÃO QUE MORA NO MORRO DO RIO ESTÁ FAZENDO.
Comentar em resposta a
Avatar
Vânia Novoa Tadros comentou:
30/11/2010
NÂO GOSTO DE OVO COZIDO COLORIDO. PODE ESTAR PODRE. NÃO FREQUENTO LUGARES PROMÍSCUOS, SÓ SE FOR PARA FAZER PESQUISA. NÃO GOSTO DE CONVIVÊNCIA COM MACONHEIROS. NÃO ME ACRESCENTSM NADA. E NÃO VOU DESCER DO PEDESTAL. FOI O LUGAR QUE CONQUISTEI
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros
Avatar
Rosi Waikhon (1) comentou:
30/11/2010
C@rissima Vânia & Desconhecido. entendo e respeito o modo de pensar de ambos mas o que quis dizer é que: se os governantes se preocupassem com o bem estar da população dos morros tinham evitado que o problema chegasse a tal ponto. Pergunto: prefeitos e legisladores não tem conhecimento da região? Nao sabem dos problemas? A midia sempre noticiou graves problemas que as familias das comunidades perifericas brasileiras enfrentam...Pouco se viu atitudes como a que foi tomada nas ultimas semanas.
Comentar em resposta a Rosi Waikhon (1)
Avatar
Rosi Waikhon (2) comentou:
30/11/2010
Não tô defendendo ou condenando governantes,só faço digo que poderiam ter evitado isso há muito tempo, faz anos que os cidadãos dessas comunidades pedem por amor de Deus "Ajude-nos".Estou comentando baseado no que a TV mostra e por felicidade do destino conheci em 2001 o Rio p/ participar de um Evento. Achei estranho quando fomos alertados para não visitar os morros, dizendo que era perigoso e governado pelo trafico. Dai penso se o morro é governado pelo tráfico, o governo eleito governa o quê?
Comentar em resposta a Rosi Waikhon (2)
Avatar
Djwery comentou:
30/11/2010
Vânia preconceituosa, não tenho nada contra quem come ovo cozido colorido, por sinal até gosto... aliás essa é uma das características dos botequins maravilhosos aqui no Rio, ponto de encontro de intelectuais, médicos, porteiros,engenheiros, garis,empresários, maconheiros, desempregados, cachaceiros, onde todos se respeitam e se divertem sem essa babaquice de títulos acadêmicos. Desce do pedestal manela!
Comentar em resposta a Djwery
Avatar
Rosi comentou:
30/11/2010
Para Djwery, concordo com vc. Realmente não dá pra generalizar. Conheço pessoas que moram ai, que não querem nem saber do que está ocorrendo. Isso não é falta de sensibilidade, pois o mundo deles é outro e nao podem ser condenados por conta disso.
Comentar em resposta a Rosi
Avatar
Rosi comentou:
30/11/2010
Para C@rissima Vânia & Desconhecido. entendo e respeito seu modo de pensar de ambos mais o que eu quis dizer é que: se os governantes tivesse a preocupação com o bem está da população dos morros tinham evitado que o problema chegasse a tal ponto,Te pergunto : Os governos(prefeitos, legisladores..) não tem conhecimento da região em que governam?Nao sabem dos problemas que população enfrenta? A midia sempre noticiou graves problemas que as familias das comunidades perifericas brasileiras enfren
Comentar em resposta a Rosi
Avatar
Vânia Novoa Tadros comentou:
29/11/2010
DJEVERY, AZARADO É QUEM É OBRIGADO A MORAR NO RIO DE JANEIRO E TER QUE CONVIVER COM GENTE MEDÍOCRE COMO VC QUE COME TODO DIA OVO COZIDO COLORIDO MAS FAZ POSE EM BOTECOS DE PRAIA
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros
Avatar
Vânia Novoa Tadros - DE NOVO comentou:
29/11/2010
A CADA VEZ QUE LEIO AS POSTAGENS INSENSÍVEIS DE VCS AUMENTA A MINHA ADMIRAÇÃO PELOS MILITARES QUE ARRISCARAM A VIDA PARA LIMPAR OS MORROS DAS PRESENÇAS DESSES FACÍNORAS.
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros - DE NOVO
Avatar
Vânia Novoa Tadros comentou:
29/11/2010
MESMO QUE SEJAM LOCALIZADAS INFERNIZAM A VIDA DE MUITAS PESSOAS. SERES HUMANOS COMO TU QUE QUEREM LEVAR OS FILHOS NA ESCOLA, TRABALHAREM E NA VOLTA ENCONTRAREM SEUS PAIS VELHOS INTACTOS. MESMO QUE FOSSE UM PESSOA ERA PRECISO PROTEGÊ-LA
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros
Avatar
Djwery comentou:
29/11/2010
Sr. Claudionor e Vania azarada, evidentemente que me preocupo com a coletividade, não nego que o Rio é dominado em parte pelo tráfico e os traficantes usam as favelas como escudo. Como já mencionei esses atos de violencia são localizados, são pontuais.. a TV mostra imagens, e repete várias vezes, a imagem é muito marcante, passa uma senssação muito maior que a realidade...
Comentar em resposta a Djwery
Avatar
comentou:
29/11/2010
Rosi, os chefes de vcs também tem, em alguns grupos, certos mordomias. Informe-se melhor. A maioria dos carros eram onibus, portanto coletivos, portando trabalhadores comuns
Comentar em resposta a
Avatar
VANIA NOVOA TADROS comentou:
29/11/2010
Rosi falando assim vc comete o mesmo erro daqueles que não respeitam o comportamento das sociedades indígenas. Assim vc perde o direito de ser compreendida e defendida. Quando eu defendo vcs eu não quero saber se é chefe ou índio comum. Os chefes de vcs também tem, em alguns grupos, algumas mordomias
Comentar em resposta a VANIA NOVOA TADROS
Avatar
VANIA NOVOA TADROS comentou:
29/11/2010
Rosi falando assim vc comete o mesmo erro daqueles que não respeitam o comportamento das sociedades indígenas. Assim vc perde o direito de ser compreendida e defendida. Quando eu defendo vcs eu não quero saber se é chefe ou índio comum. Os chefes de vcs também tem, em alguns grupos, algumas mordomias
Comentar em resposta a VANIA NOVOA TADROS
Avatar
Vânia Novoa Tadros a noite 2 comentou:
29/11/2010
HOJE A TARDE, DEPOIS DE TUDO QUE ACONTECEU ONTEM,2 HOMENS , NA LINHA VERMELHA, TENTARAM ATEAR FOGO EM DOIS CARROS TIRANDO NA MARRA OS INOCENTES MOTORISTAS DE DENTRO, OS POLICIAIS PRENDERAM OS BANDIDOS. VCS QUERIAM PASSAR POR ESSE SUSTO?
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros a noite 2
Avatar
Vânia Novoa Tadros A NOITE comentou:
29/11/2010
Leandro Covas foi bom teres colocado o desabafo desse policial.Deixaram chegar a questão ao estágio tal que agora só com medidas violentas. Os deputados precisam votar leis sérias e rigorosas. Determinados crimes não devem dar direito de cumprir pena em regime semi aberto
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros A NOITE
Avatar
Ana comentou:
29/11/2010
Adorei!! Muito bom ler a opinião - no meio de tantos devaneios e alienação - de uma pessoa que sempre nos convida a refletir sobre a vida, a política, a sociedade, preocupado em tecer o melhor texto para seus leitores. O Rio continua lindo, o problema é quem o governa. Lindo texto!!
Comentar em resposta a Ana
Avatar
Leandro Covas comentou:
29/11/2010
Em artigo, pergunta Alexandre Neto, delegado de policia no Rio: “Até quando vamos fingir que não percebemos que a expansão do crime é resultado da conivência espúria de agentes estatais com criminosos contumazes? Até quando vamos assistir os maltrapilhos e mal pagos de farda enfrentar os “quilombolas do tráfico”? Até quando o sistema penitenciário vai continuar sendo o “centro empresarial do crime”, que existe graças à corrupção que coloca na prisão os celulares e todo tipo de drogas? “
Comentar em resposta a Leandro Covas
Avatar
Claudionor Sodré comentou:
29/11/2010
Sr ou Sra Djewry (não sei se é brasileiro(a), claro, o Rio continua lindo e sempre o será. Tb não é surpreendente que more 36 anos, pode viver até 90 anos no Rio e nada ver de violência.Não é de individualidades que se está fala, mas de INTERESSE COLETIVO. O fato de não ter visto não significa que não tenha ocorrido. O exagero da mídia não é invenção, mas só exagero. Tire os olhos do seu umbigo e torça pra não morrer mais tanta gente (balas,drogas).A gente vê não é com os olhos seu ou sua Djewry
Comentar em resposta a Claudionor Sodré
Avatar
Rosi Whaikhon (1) comentou:
29/11/2010
Ao ler sua cronica recordei de uma ligação. Ao atender uma pessoa querida, me disse: "Oi Indiaa você assitiu a guerra que está ocorrendo no Rio de Janeiro"? As emissoras de Tv estão transmitindo a todo hora. Respondi:_NOVIDADE!! ... a mídia está caprichando dessa vez...pois os \"bandidos traficantes\" devem ter ateado fogo num carro OKm de alguns politicos importantes... E continuei: esses problemas nas comunidades nos Morros do Rio rio , existe há muito tempo. Agora se aciona as Forças Armadas
Comentar em resposta a Rosi Whaikhon (1)
Avatar
Rosi Whaikhon (2) comentou:
29/11/2010
A impressão que tenho é de que os governos locais perderam o controle da segurança , da comunidades dos morros e dos cidadãos fora da comunidade...E finalizei:"Os bandidos traficantes que comandam mesm o( como a gente diz " os CABEÇAS" devem está bem longe morrendo de rir, acompanhando os noticiarios." Pois é professor , é triste saber que os escolhidos para cuidar do bem estar de todos, só importam quando um de seus entes queridos são atingidos, caso contrário nada podem fazer.
Comentar em resposta a Rosi Whaikhon (2)
Avatar
Rosi Whaikhon (3) comentou:
29/11/2010
Um dia desse fui bruscamente assaltada, contei o ocorrido para as pessoas e incrivelmente Elas riam e diziam:" isso é comum, você não viu nada..Eles assaltam dentro do onibus".. Dai fico pensando..se isso passa a ser visto como algo comum, não vai custar muito para sermos metralhados nas ruas. Realmente só sobra para os fracos...Mundo Civilizadoo heim.!! Daí me veio a seguinte a inquietação. O ato brutal de ateamento de fogo nos carros e onibus no Rio , era porque os Bandidos X e Y queriam ser
Comentar em resposta a Rosi Whaikhon (3)
Avatar
Rosi Waikhon comentou:
29/11/2010
Ao ler sua cronica recordei de uma ligação. Ao atender uma pessoa querida, me disse: _ "Oi Indiaa você assitiu a guerra que está ocorrendo no Rio de Janeiro"? As emissoras de Tv estão transmitindo a todo hora... Eu respondi _NOVIDADEEE!! ... éee a mídia está caprichando dessa vez...pois os "bandidos traficantes" devem ter ateado fogo num carro OKm de alguns politicos importantes... E continuei: esses problemas nas comunidades nos Morros do Rio rio , existe há muito tempooo (...) Agora se est
Comentar em resposta a Rosi Waikhon
Avatar
comentou:
29/11/2010
e muinto facil mandar o filho pra academia pela janela quero v agora atraves do concusso publico a unica coisa q ele sabe fazer e puxar saco
Comentar em resposta a
Avatar
comentou:
29/11/2010
Esse bessa e mais um q nao tem o q fazer depois foi pra reserva da policia o qual nunca fez nada pela corporação e sim so visava ele proprio, ainda deixou o filho dele q entrou pela janela e é um incopetente nao sabe fazer nada a nao ser viver pegando mijada do oliveira filho
Comentar em resposta a
Avatar
Vânia Novoa Tadros hoje á tarde comentou:
29/11/2010
DJEWERY VOCÊ É UM SORTUDO! HÁ MAIS DE 40 ANOS VISITO O RIO NAS FÉRIAS, NÃO ANDO EM LUGARES PERIGOSOS. VÁRIAS VEZES, NOS ÚLTIMOS DEZ ANOS, OS BANDIDOS ESBARRARAM EM MIM FUGINDO DO POLICIAIS ARMADOS NA VISCONDE DE PIRAJÁ, IPANEMA E NA N,S,DE COPACABANA. NA PRAIA, PIVETES PULARAM POR CIMA DE MIM PARA FUGIREM
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros hoje á tarde
Avatar
Jotapeve comentou:
29/11/2010
Só existe uma maneira de acabar com o tráfico,aliás, uma maneira simples e econômica: LEGALIZANDO (OU DISCRIMINALIZANDO) A DROGA. O problema é que esta solução desagrada muita gente que ficaria sem o seu ganha-pão: Polícia corrupta, vendedor de armas, políticos sustentados pelo narcotráfico, agentes funerários...e por aí vai.
Comentar em resposta a Jotapeve
Avatar
Djwery comentou:
29/11/2010
Acho um exagero o que a mídia passa para a população! Moro no Rio há 36 anos,trabalho na rua percorrendo os 4 cantos da cidade, nunca vi nenhum ato de violência urbana. Quando ligo a TV, só vejo horrores! As vezes me pergunto, onde é que moro? Esses fatos são pontuais... o Rio continua lindo!
Comentar em resposta a Djwery
Avatar
Celso Arantes comentou:
29/11/2010
RESPEITEM O PROFESSOR BESSA E ESTE SITE! DEFINITIVAMENTE,AQUI NÃO É LUGAR PARA AMADORES BRIGAREM SEM OBSERVAR A HUMILDADE CIENTÍFICA. VÃO LER SITES QUE PUBLICAM RESUMO DE NOVELAS
Comentar em resposta a Celso Arantes
Avatar
Marluce Aubuquerque comentou:
29/11/2010
O professor Bessa não traficou, não se drogou, apenas mostrou um outro lado da história. De onde apareceu tantos reacionários raivosos para postarem no blog
Comentar em resposta a Marluce Aubuquerque
Avatar
JEZANIAS - HISTORIADOR comentou:
29/11/2010
O professor Bessa sendo historiador sabe que os envolvidos nessa prática são em grande parte negros descendentes de escravos muito maltratados na história do Rio de Janeiro. Isto não justifica mais explica. Enquanto o tráfico não começou a incomodar os mais rico as forças armadas não subiram o morro
Comentar em resposta a JEZANIAS - HISTORIADOR
Avatar
Renato Santos comentou:
29/11/2010
Prof Ribamar, a minha respeitosa solidariedade a seu favor e contra as afirmações caluniosas que lhe estão atribuindo aqui. Embora eu apoie o combate ao narcotráfico defendo o direito do combatente professor de ser contra
Comentar em resposta a Renato Santos
Avatar
Vânia Novoa Tadros 28.11 comentou:
29/11/2010
OUTRO ASPECTO INTERESSANTE É QUE SE O BESSA ESCREVE SEM USAR BRINCADEIRAS OS LEITORES SEMPRE RECLAMAM. E HOJE APARECEM AQUI POSTANTES " SÉRIOS" QUERENDO QUE ELE ABORDE O TEMA CHORANDO.....ESTRANHO MUITO ESTRANHO
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros 28.11
Avatar
VANIA TADRIS 29.11 comentou:
29/11/2010
BESSA ESCREVE COM NOME E SOBRENOME. MUITO ESTRANHA ESSA AVALANCHE DE NOTAS PLANTADAS NO BLOG DO AMAZONIA, EXAGERADAMENTE CRUÉIS E RADICAIS ATACANDO MAIS O ARTICULISTA DO QUE CONTESTANDO AS SUAS IDÉIAS
Comentar em resposta a VANIA TADRIS 29.11
Avatar
Vânia Novoa Tadros 29.11 comentou:
29/11/2010
se vcs tivessem sido alunos do professor Bessa, como eu fui saberiam que poderiam ser contrários as suas idéias naturalmente sem ter QUE ACUSÁ-LO DO QUE NÃO É. RIBAMAR BESSA É UM BEM FORMADO PROFESSOR COM SÉRIO COMPROMISSO SOCIAL.
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros 29.11
Avatar
Vânia Novoa Tadros DIA 29 comentou:
29/11/2010
EI ESPERA AÍ GENTE! EMBORA, NESTE CASO, EU PENSE DIFERENTE DO PROF BESSA ELE TEM O DIREITO DE EMITIR A SUA OPINIÃO ATÉ PORQUE ARRISCOU O PESCOÇO PARA QUE O BRASIL PUDESSE SER DEMOCRÁTICO
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros DIA 29
Avatar
Tarcisio Lage comentou:
29/11/2010
Dom Bessa, Incrível dom Bessa! Mas, modestia à parte, tenho uma solução para acabar com a guerra e, se me permite, faço propaganda do meu site www.anarco.net . Esta no Curto e Grosso de hoje.
Comentar em resposta a Tarcisio Lage
Avatar
Professor Oliveira (1 Blog da Amazonia ) comentou:
29/11/2010
Caríssimo mestre..E com orgulho e alma lavada que escrevo, dentro das minhas humildes competência intelectuais essas palavras..É com alegria e tristeza que vejo esse desembarque..Mas por que o desembarque? Se estamos em nossa Pátria..É por que faltou as autoridades a competência de evitar que o crime tomasse conta do pedaço..Como diziam meu velhos alunos, hoje mestre e doutores.
Comentar em resposta a Professor Oliveira (1 Blog da Amazonia )
Avatar
Professor Oliveira (2 Blog da Amazonia ) comentou:
29/11/2010
É porque se há tráfico há que consuma, há quem compre e há falta de educação e preparo de nosso jovens que infelizmente ingressam nesse mundo obscuro das drogas..Sinto que estamos vivendo um momento em que a reflexão e a efetiva recuperação dos valores deve ocorrer rapidamente..Fico aqui com um sentimento de ver as tropas invadindo o que?
Comentar em resposta a Professor Oliveira (2 Blog da Amazonia )
Avatar
Professor Oliveira (3 Blog da Amazonia ) comentou:
29/11/2010
Um bando de marginais, parecido com o grande exercito de Branca Leone, sem camisas e carregando fuzil, pistola, sem uniforme..Sabe o uniforme do tráfico são todos aqueles que de terno e gravata e muitas vezes de beca de gala consomem todo o tipo de porcaria química em suas festas.Se há quem vende e porque há quem compre. Abs de um guerreiro da educação que como o sr luta para educar e ter uma sociedade melhor para meus filhos e todos os descendentes dos meus descendentes
Comentar em resposta a Professor Oliveira (3 Blog da Amazonia )
Avatar
Astartee (1 - Blog da Amazonia ) comentou:
29/11/2010
Pois é, colega:Gostei da tu crônica.Não gostei dos comentários.Pra começar, acho que não é preciso agredir pra mostrar discordância: basta argumentar.Esse pessoal esquece que quem está sendo caçado e morto ao vivo, a cores e em transmissão nacional são os pobres diabos do tráfico, aqueles funcionários subalternos, cuja única função é atuar no varejo do comércio de drogas e servir de bucha de canhão na hora do confronto com a lei e a ordem.Olhe, meu colega, eu nasci e me criei no sul-maravilha,
Comentar em resposta a Astartee (1 - Blog da Amazonia )
Avatar
Astartee (2 – Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
mas também me lembro das aventuras de Pedrinho e seus amigos. Na minha tenra infância, me deliciei com as reinações de outro Pedrinho, primo da Narizinho e com a Emília, o que deve ter me tornado tão políticamente incorreta ao ponto de não conseguir aceitar esta luta entre o bem total e o mal absoluto que estão produzindo na televisão. Não sei se é um erro na minha educação que, como já disse, foi calcada na leitura de coisas horríveis como os livros do Monteiro Lobato,
Comentar em resposta a Astartee (2 – Blog da Amazonia)
Avatar
Astartee (3 – Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Lima Barreto e Machado de Assis ou se foi a experiência de vida, mas o fato é que não vejo comparação entre os heróis que desembarcaram nas praias francesas há 65 anos e os nossos soldados, quase todos perdidos, de armas na mão, que não sabem que o buraco é mais em cima e que enquanto não se combater a importação de armas e drogas no atacado, quem paga é o varejo. Eles também não sabem que estes bandidos pretos e pobres que estão morrendo de frente para as câmeras,
Comentar em resposta a Astartee (3 – Blog da Amazonia)
Avatar
Astartee (4 – Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
bandidos que vão se tornar cada vez mais ferozes porque lhes falta escola, médico, casa, comida e infância. Enquanto tudo isso for trocado por tênis de marca e fuzil importado, vamos ter grandes batalhas campais transmitidas em HD para os campeões de audiência. E é isso. Você tem o meu apoio. Descobri este blog e virei leitora. Minha arma também é o livro e minha trincheira é a sala de aula. Como você, tenho dúvidas e divido os sentimentos com os alunos, porque eles me ensinam a viver.
Comentar em resposta a Astartee (4 – Blog da Amazonia)
Avatar
Pedro Campos (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Achar, a gente pode “achar” um montão de coisa. Isso aqui é “achismo”.Ação boa é criar alunos mais conscientes, pensar melhor o mundo e a sociedade que vivemos. Fazer uma sociedade que não necessite de polícia pacificadora, porque vive em paz.Mas, já que é um lance pretensamente erudito, um pingo de nada de falta de erudição: na campanha de Canudos, Euclides da Cunha escreveu em sua caderneta de campo: “sou um espião da História’. Todos nós somos, e às vezes não nos damos conta disso. Acordemos.
Comentar em resposta a Pedro Campos (Blog da Amazonia)
Avatar
Guerra (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Ninguém fala que traficantes só existem, pq existe mercado consumidor Os verdadeiros fomentadores são os “inocentes”, “amáveis”,“talentosos”, “iluminados”, “sacerdotes” do amor e da beleza, “lindos”, “gostosos” e “saborosos” representantes da classe artística, atores, atrizes e cantores que com vidas imundas e desregradas influenciam milhões de jovens, que na realidade são verdadeiros zumbis, idiotas, manipuláveis, mortos-vivos que se julgam intelectualmente superiores às demais pessoas, e vêem
Comentar em resposta a Guerra (Blog da Amazonia)
Avatar
Erico (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Um ditado popular diz:NA FALTA DO QUE FALAR É MELHOR CALAR,aí eu arremato:NA FALTA DO QUE ESCREVER É MELHOR GUARDAR A CANETA.
Comentar em resposta a Erico (Blog da Amazonia)
Avatar
Eduardo (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Esse cara foi muito infeliz nesse artigo… mediocridade, chegou e parou com esse cara ai. Ainda se julga um pensador ? rrsrsrsr que piada
Comentar em resposta a Eduardo (Blog da Amazonia)
Avatar
P Alcantara (blog da amazonia) comentou:
29/11/2010
po galera calma aê bora tenta tirar algo de util de isso tudo! pelo menos nós vimos q esses bandidos sao no fundo no fundo uns merda mesmo. so poem autoridade emcima dos menos armados.. devem ta tudo escondido no interior..
Comentar em resposta a P Alcantara (blog da amazonia)
Avatar
Alvacir Verdade (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Quanta besteira.Mas tenho raiva de mim mesmo por ter perdido meu tempo lendo esse lixo. Mas, enfim, viva a democracia. Viva a liberdade de expressão.
Comentar em resposta a Alvacir Verdade (Blog da Amazonia)
Avatar
Damasio Figueiredo (1 - Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Baseado em que fatos se pode dizer que a açāo do governo è uma guerra pela hegemonia do crime? Precisa ter provas. A unica forma de acabar com o crime organizado é o uso da força. Sou um crítico das ações da globo como formadora de opiniões que muitas vezes nāo são como as minhas MAS a sociedade tem que agradecer o papel da mídia. Ela está acabando com a sensaçāo de impunidade que nāo só o povo, mas os próprios traficantes sempre tiveram.
Comentar em resposta a Damasio Figueiredo (1 - Blog da Amazonia)
Avatar
Damasio Figueiredo (2 - Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Se nāo fosse a mídia, seria muito mais difícil entrar nas duas favelas, porque foi ela que implantou o medo nos criminosos e fez com que eles desistissem de lutar.Eu acho que a aeronautica poderia ter usado caças para bombardear aquela area de mata entre as duas favelas antes que os bandidos pensassem em fugir. Assim eles nao arriscariam em fugir para o outro morro e o medo entre eles forçaria muitos a se entregarem!!
Comentar em resposta a Damasio Figueiredo (2 - Blog da Amazonia)
Avatar
Paulo (1 – Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
A Universidade parece não ter mais nada a dizer. É impressionante como diante de realidade diferente, um professor universitário só tenha críticas do passado para se referenciar. Vc parece um personagem de Nelson Rodrigues, um pessimista crônico, termina se perdendo num artigo mal escrito aonde tenta parafrasear algumas idéias mal costuradas da juventude. Vais mal colega, muito mal. é provável que você acredite que um viciado em drogas ou um traficante possam ser recuperados socialmente.
Comentar em resposta a Paulo (1 – Blog da Amazonia)
Avatar
Paulo (2 Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Quem não aceitar essa hipótese será, por você, considerado preconceituoso. Porque o estado e as ações desse estado não podem ser corrigidas? Não seja preconceituoso e não queira enxergar apenas conspirações, que certamente sempre estão presentes na política, e apenas elas, em tudo o que esse estado faz. Lamento, colega, pois sou seu colega de Universidade, que você tenha escrito tantas bobagens. Peço a você que se abstenha de costurar tantass bobagens para escrever um tolo artigo aqui e reflita
Comentar em resposta a Paulo (2 Blog da Amazonia)
Avatar
Tikuna (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Volta para Manaus, professor. Ou melhor, para Santa Rita do Weil. Pela sua idade, já dá para ingressar no conselho dos anciãos e se empapuçar de ypadu. Quem sabe assim, entrando em contato com seus sábios antepassados, o senhor não vislumbra uma saída na base da paz?
Comentar em resposta a Tikuna (Blog da Amazonia)
Avatar
Lili (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Aqui está a prova que essas Ongs e intelectuais querem manter os status quo dos bandidos.
Comentar em resposta a Lili (Blog da Amazonia)
Avatar
joão (blog da amazonia) comentou:
29/11/2010
Esses petistas não tem mais o que falar. Todo mundo sabe que essa guerra é necessária , mas não suficiente. O combate ás drogas passa pelo combate às favelas e todo tipo de ocupação e de comércio ilegal.Um marreteiro infrator se junta com outro e pronto,temos uma quadrilha.Um invasor se junta com outro,e pronto,outra quadrilha.Existe LEI.Que se cumpra.Uns trabalham, outros querem baderna.Estes coitadinhos defendidos pela retórica sem vergonha de petistas .
Comentar em resposta a joão (blog da amazonia)
Avatar
Marcos (Blog da Amazonia - Terra) comentou:
29/11/2010
Xarope. O Terra ainda paga pra esse cara? Ta mal em Terra, ou paga muito pouco ou ta querendo entregar o ouro pro concorrente.
Comentar em resposta a Marcos (Blog da Amazonia - Terra)
Avatar
Marcos (Blog da Amazonia - Terra) comentou:
29/11/2010
Xarope. O Terra ainda paga pra esse cara? Ta mal em Terra, ou paga muito pouco ou ta querendo entregar o ouro pro concorrente.
Comentar em resposta a Marcos (Blog da Amazonia - Terra)
Avatar
Iara (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Antes tarde do que nunca essa coisa de ocupar reduto de traficantes com tropas militares, isso ia acontecer mesmo e todo Brasil é culpado disso pois todos grandes traficantes das diversas regiões brasileiras têm sociedade nos tais complexos do alemão e das drogas do RJ. Muitas pessoas brasileiras estão envolvidas com o tráfico, seja como viciadas, seja como comerciante da coisa ou seja como transportadora. As máscaras estão caindo, a cara oculta de muita gente esperta vai aparecer, podem crer.
Comentar em resposta a Iara (Blog da Amazonia)
Avatar
Nilson Mello (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
esse professor é outro que quer aparecer… Tá certo, que a mídia, ajudou e atrapalhou…. mas essa de ” pescoço françês ” ahahaha é palha - assada.
Comentar em resposta a Nilson Mello (Blog da Amazonia)
Avatar
Priscila (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Acabei de ler artigo onde diz que o Brasil doou R$ 7 bilhões para a comunidade internacional. Foram R$ 172 milhões pro Haiti, R$ 70 milhões para Cuba, milhões para vítimas do tsunami, tropas brasileiras foram pro Iraque. Que bom agora, na guerra que estamos vivendo, quem nos ajudou? Alguém mandou helicóptero, médico, soldado, dinheiro, alguma coisa? Que bom que o Brasil pode resolver sozinho seus problemas e doar MUITO dinheiro do povo pros demais países…. que orgulho sinto de ser brasileira….
Comentar em resposta a Priscila (Blog da Amazonia)
Avatar
Fred Hubner (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Excelente artigo … meus parabéns …
Comentar em resposta a Fred Hubner (Blog da Amazonia)
Avatar
Vinicius (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
bla.bla bla bla,se ese camarada estudou porque falar e não agir,muito intelecto e pouca ação
Comentar em resposta a Vinicius (Blog da Amazonia)
Avatar
George (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Li nas entrelinhas um conteudo latente que vc defende a bandidagem, porque esta claro que bandido merece guerra sem tregua, agora vc e outros ai ficam nesse lenga lenga, agora que a população explicitamente diz de que lado esta. Ja escolhi o lado dos bons, dos cidadões que pagam impostos, e trabalham na construção da nação, e o imperio do mal e do pó esta no outro lado, A guerilha urbana eram pessoas de bem e não traficantes, lutavam por um legitimidade, foi muito infeliz sua colocação.
Comentar em resposta a George (Blog da Amazonia)
Avatar
Indignado comentou:
29/11/2010
Mais um perfeito socialistóide nãofaznadastóide sem nenhuma solução pratica pra o problema. Saco cheio desse pessoal. Oras, as ocupações permanentes pelas UPPs são um caminho sim, tem que ter outras medidas tb, como limpar a policia, dar cidadania, mas esse governo está distribuindo renda como nenhum outro, acho que ja é um começo, por causa de MALAS como esse aí q a situação chegou onde chegou e ficamos paralisados 20 anos
Comentar em resposta a Indignado
Avatar
Wagner (Blog da Amazonia) comentou:
29/11/2010
Eu gostaria de fazer uma só pergunta , em poucos dias debandaram os traficantes de dois dos morros mais violentos do rio , minha pergunta ….., porque só agora?
Comentar em resposta a Wagner (Blog da Amazonia)
Avatar
Nicolau Niveasoft (Blog da Amazônia) comentou:
29/11/2010
Que artigo fraco….fala do sensacionalismo da redeglobo, mas pelo menos eles informação. Ja o seu artigo não acrescentou NADA. Nem mesmo argumentos para falar mal da globo. TERRA, que que vocês deixam jornalistas assim vinculados ao site de vocês?
Comentar em resposta a Nicolau Niveasoft (Blog da Amazônia)
Avatar
PREOCUPADO comentou:
29/11/2010
Coisas daqui de Manaus: e agora que o Prefeito fala em renunciar? E o povo que votou e acreditou nele, como fica?
Comentar em resposta a PREOCUPADO
Avatar
Claudionor Sodré comentou:
28/11/2010
é... tenho que concordar que desta vez foi fraco... infelizmente... tenho a impressão de assim o foi nem tanto pela forma (a imagem da menina não se articulou com o conteúdo), mas talvez pelo medo mesmo, mas não o medo do terror imposto pelos traficantes e sim pelo medo do articulista de assumir que pelo menos desta vez a repressão tem razão...medo, talvez da patrulha ideológica da esquerda monotemática de nunca concordar com o que vem da sociedade política.
Comentar em resposta a Claudionor Sodré
Avatar
Vânia Novoa Tadros (B) comentou:
28/11/2010
LINDO: UM PAI ENTREGAR A POLÍCIA UM FILHO, AINDA JOVEM, QUE É GERENTE DO TRÁFICO. ESPERA QUE SE RECUPERE APÓS A PUNIÇÃO. BANDIDOS DESMORALIZADOS. SAIRAM EXPULSOS DE SEUS TERRITÓRIOS. E FORAM SE ESCONDER NA MATA, OS VALENTÕES!!!
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros (B)
Avatar
Vânia Novoa Tadros ( A) comentou:
28/11/2010
PAULO, TEM MUITOS ADVOGADOS E ADVOGADAS FACILITANDO A AÇÃO DOS TRAFICANTES. A QUESTÃO É QUE O´TÓXICO ESTÁ DANDO MUITO DINHEIRO RÁPIDO E COM POUCO TRABALHO. É COISA DE VAGABUNDOS E IRRESPONSÁVEIS
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros ( A)
Avatar
comentou:
28/11/2010
PRENDERAM O BANDIDO ZEU O ASSASSINO DO JORNALISTA TIM LOPES. ZEU TINHA SAÍDO DA PRISÃO GOZANDO DE DIREITOS E NÃO HAVIA VOLTADO. ESPERO QUE NÃO O SOLTEM MAIS. ESSA GENTE NÃO SE RECUPERA NUNCA.
Comentar em resposta a
Avatar
paulo girardi comentou:
28/11/2010
Falta educaçao, educaçao em tempo integral! Isto è a soluçao, a maior obra , o melhor projeto a ser executado. Que Deus nos ajude. abs.
Comentar em resposta a paulo girardi
Avatar
Zequinha (Blog da Amazonia) comentou:
28/11/2010
Fantástico o artigo Parabéns.Apesar da sátira, por sinal excelente, a grande verdade foi dita: “Qual é a verdadeira guerra que está ocorrendo? Ela é uma guerra pela hegemonia no cenário geopolítico do crime na Região Metropolitana do Rio.Até quando a farsa de uma guerra, na qual já estamos há tanto tempo, que nos esquecemos que sua única finalidade é a hegemonia do mercado do crime no Rio de Janeiro?”. Somos todos uns bobos da corte! E nosso dinheiro dos impostos (45% do PIB) esvaindo pelo ralo!
Comentar em resposta a Zequinha (Blog da Amazonia)
Avatar
Vânia Novoa Tadros 6 comentou:
28/11/2010
QUEM SE CORROMPEU, INDEPENDENTE DO MOTIVO, DEVE SER PUNIDO. QUEM NÃO PODE MORRER SÃO OS QUE SUPERARAM AS DIFICULDADE E VIVEM UMA VIDA DIGNA. FORAM APREENDIDAS 2 TONELADAS DE DROGA. UM BOM PREJUÍZO PARA OS NARCOTRAFICANTES
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros 6
Avatar
Sidney (Blog da Amazonia – 2 ) comentou:
28/11/2010
VÃO OCORRER ERROS, COM CERTEZA, MAS HA MUITO MAIS ACERTOS DO QUE ERROS NO OMBATE AO BANDIDISMO. ADEMAIS, COMO ESTA NÃO MORREM MUITO MAIS. SIM, TODOS OS DIAS MORREM AS DEZENAS E NA MAIORIA INOCENTES E VITIMAS. QUE SE DANE OS POLEMISTAS DO DIREITO, DO POLITICAMENTE CORRETO, AS ONGS, OS DIREITOS HUMANOS. HÁ QUE SE POR UM FIM NISTO ANTES QUE NÃO HAJA MAIS SOLUÇÃO.
Comentar em resposta a Sidney (Blog da Amazonia – 2 )
Avatar
Sidney (Blog da Amazônia – 2) comentou:
28/11/2010
SE O DIREITO NAO CONSEGUE FAZER JUSTIÇA QUE SE DANE O DIREITO. ESSAS MEDIDAS NÃO PODEM PARAR POR AI, TEM DE CONTINUAR E FORTE E NÃO SÓ NO RIO MAS NO PÁIS INTEIRO E NAS FRONTEIRAS, PEGAR PESADO MESMO E TOLERANCIA ZERO. QUEM NÃO QUER MORRER SAIA DO TRAFICO E DA ILEGALIDADE.QUEM ESTA LÁ VAI MORRER OU SER PRESO E NÃO TEM FINAL FELIZ PRA BANDIDO. NAO SE FAZ OMELETE SEM QUEBRAR OS OVOS,
Comentar em resposta a Sidney (Blog da Amazônia – 2)
Avatar
Sidney (Blog da Amazonia) comentou:
28/11/2010
ESTAMOS DE SACO CHEIO DE ‘INTELECTUAIS’ METIDOS A INTELIGENTES FALANDO Merda. QUEREMOS SOLUÇÕES PRATICAS E NAO BLA BLA BLA. A LEI É RUIM, ENTAO QUE FAÇAM LEIS CORRETAS. O QUE NÃO PODE É ESSES CARAS DANDO CARTAS E SE APODERANDO DE CIDADES COMO SE FOSSE CASA DA MÃE JOANA, ENQUANTO A LEI OS PROTEJE. CHEGA DE BRINCADEIRA DE CÃO E GATO. A POLICIA PRENDE, O JUIZ SOLTA. QDO UM FERNANDINHO B.MAR TEM 19 ADVOGADOS É SINAL QUE A COISA FOI MUITO MAIS LONGE DO QUE DEVERIA E QUE HA ALGO ERRADO COM A JUSTIÇA.
Comentar em resposta a Sidney (Blog da Amazonia)
Avatar
VANIA NOVOA TADROS 5 comentou:
28/11/2010
O POSTANTE "DESCONHECIDO"SOU EU. NA MINHA OPINIÃO, JÁ É TEMPO DE NÓS IDENTIFICARMOS DENTRE A SOCIEDADE AQUELES QUE SÃO DIRETAMENTE CULPADOS PELOS CRIMES E PUNÍ-LOS. ESSA ESTÓRIA DE COLOCAR CULPA EM ESTAMENTOS SOCIAIS É MUITO DIFUSO E PRORROGA A DECISÃO.
Comentar em resposta a VANIA NOVOA TADROS 5
Avatar
Julio (Blog da Amazônia) comentou:
28/11/2010
ADEUS PINGO, ADEUS VITINHO, ADEUS ZEU, ADEUS MISTER M… TÔ COM O CORAÇÃO APERTADO, VOU SENTIR TAAAANTA SAUDADES DE VCS!!!!!
Comentar em resposta a Julio (Blog da Amazônia)
Avatar
Marco Antônio (Blog da Amazonia) comentou:
28/11/2010
Vou dar uma clareada na “memória social” desse professor, já que ele é graduado, mas parece estar com ela meio curta.A SOCIEDADE NÃO SUPORTA MAIS BANDIDOS BLOQUEANDO VIAS, PRÁ ROUBAR E ASSASSINAR O CIDADÃO. NÃO SUPORTA MAIS O TRÁFICO CONTROLANDO TUDO COMO SE FOSSE O ESTADO. LAMENTO SE O SR. NÃO CONSEGUE TER VISÃO MAIS REAL. PROVÁVELMENTE O SR. NUNCA TEVE FUZIL APONTADO PRÁ SUA CABEÇA, EMPUNHADO POR ASSASSINO, DROGADO E FRIO, DISPOSTO A METER BALAÇO NO SR. POR CAUSA DO TEU CELULAR!PENSE NISSO.
Comentar em resposta a Marco Antônio (Blog da Amazonia)
Avatar
Francisco Alves (Blog da Amazônia) comentou:
28/11/2010
O RIO TEM QUE REPENSAR O CARNAVAL , ALIAS TODO O BRASIL, SERA QUE TODO BRASILEIRO ACHA QUE O CARNAVAL REPRESENTA A NOSSA CULTURA? CULTURA DE QUE? POIS O CARNAVAL É ONDE SE ESCONDEM OS TRAFICANTES QUE HOJE ESTÃO COMBATENDO, NO CARNAVAL É ONDE SE VENDE MUITA DROGA, ONDE ATÉ MESMO O BARULHO DAS BATERIAS ESCONDEM OUTROS BARULHOS QUE LEZAM O PAÍS, ACHO QUE A MIDIA COMO A GLOBO E BAND DEVERIAM DAR MENOS IBOPE PARA O CARNAVAL E CADA BRASILEIRO TAMBEM.
Comentar em resposta a Francisco Alves (Blog da Amazônia)
Avatar
Denyse (1) (Blog da Amazonia) comentou:
28/11/2010
O Rio sempre teve esse poder paralelo marginal.O carioca tinha dúvidas se os ditos traficantes eram ou são bandidos.E é muito simples entender a questão.Vc era assaltada procurava a delegacia e dependendo da região nenhuma autoridade institucional aparecia.Denunciava a falta de atendimento no posto de saúde, falta de vagas na escolas; sumiço de professores que faltavam.Procurava a Justiça.Nada.Então a cada década esses grupos que são bandidos começaram atuar nas regiões abandonadas pelo ESTADO.
Comentar em resposta a Denyse (1) (Blog da Amazonia)
Avatar
Denyse (2) (Blog da Amazonia) comentou:
28/11/2010
Em outros lugares do Rio são os milicianos que dão ordem. O cidadão é totalmente ignorado pelo ESTADO. Se o carioca tem medo não sei. Tantas décadas do descaso das autoridades constituídas. Sei,apesar dessas intimidações(legais e marginais) dessas forças; e a INDIFERENÇA do poderes INSTITUCIONAIS; o POVO carioca fez a diferença quando começou a acreditar que vivemos num estado organizado e que vivemos uma república Federativa Brasileira.
Comentar em resposta a Denyse (2) (Blog da Amazonia)
Avatar
Denyse (3) (Blog da Amazonia) comentou:
28/11/2010
Espero que o país inteiro exercite a integração e que as autoridades de todas as instâncias façam o seu DEVER. Não queremos marginais (oficiais ou extra oficiais) fingindo que fazem alguma coisa.Cabe a nós população colocar a boca no mundo.Dessa vez o PRESIDENTE da República e o Governador e o Prefeito fizeram o seu DEVER em tantas décadas de descaso as INSTITUIÇÕES trabalharam para o BEM COMUM.
Comentar em resposta a Denyse (3) (Blog da Amazonia)
Avatar
Paulo Pinto comentou:
28/11/2010
Um Policial do BOPE ganha R$ 800,00(oitocentos reais), por mês para arriscar sua vida e de sua família tentando assegurar uma sensação de segurança aos moradores do Rio de Janeiro. A mídia em geral deveria divulgar isso para que idiotas políticos tomem conhecimento e votem de uma vez por todas a PEC 300 que tenta assegurar a esses policiais dignidade. A frase "NUNCA TÃO POUCOS FIZERAM TANTO POR MUITOS" do Primeiro ministro Inglês Winston Churchill caiu tão bem aos Policiais do BOPE.
Comentar em resposta a Paulo Pinto
Avatar
César (Blog da Amazônia) comentou:
28/11/2010
Que estamos numa guerra há muito tempo, concordo.Que esse dia 28 só foi o dia D pra Globo e quem acredita nela, concordo. Mas dizer que a única finalidade dessa guerra é a hegemonia do mercado do crime é demais!Então pro sociólogo José Cláudio os caras do BOPE é que vão vender tóxico a partir de agora?Vcs queriam o que? Que ficassem tudo do jeito que estava,com os morros sendo território de traficantes, onde eles torturam, matam, cobram “pedágio”?Saiam da sala de aula! Vão conhecer a realidade!
Comentar em resposta a César (Blog da Amazônia)
Avatar
NATANAEL OLIVEIRA PIRES (Blog da Amazônia) comentou:
28/11/2010
QUE OS FRAFICANTES VOLTARAM É VERDADE. Que os moradores que colaboraram com a policia serão executados é verdade.Quantas vezes vamos chamar o exercito para fazer o “dever de casa” porque o governador é incapas, e covarde.
Comentar em resposta a NATANAEL OLIVEIRA PIRES (Blog da Amazônia)
Avatar
Carlos (Blog da Amazônia) comentou:
28/11/2010
Qual é! E as milhares de pessoas que iam e vinham sem opção de faltar o trabalho e simplesmente viveram na normalidade do possível nesses dias D´um tempo professor….essa cabecinha classe média assustada, que é a mesma que mantém o trafico é fogo!
Comentar em resposta a Carlos (Blog da Amazônia)
Avatar
Jiló na Marmita (Blog da Amazônia) comentou:
28/11/2010
Fico puto com esses catedradicos que ficam filosofando merda na cabeça, se tem outro jeito de acabar com a situação porque num fizeram, querem o que? que levem flores para os traficantes, vão a merda vcs filosofos, antropologos, professores etc calem a boca e deixem a policia e forças armadas trabalhares só que sente na péle sabe bem o que os valorosos homes das instituições de segurança estão fazendo.
Comentar em resposta a Jiló na Marmita (Blog da Amazônia)
Avatar
Otilia (Blog da Amazônia) comentou:
28/11/2010
Nossos agradecimentos a todos os policiais e as autoridades que finalmenta tiveram a coragem de AGIR. Nnossos votos para que tenham exito completo em seu arduo trabalho. Morte a todos os traficantes e bandidos do Brasil!
Comentar em resposta a Otilia (Blog da Amazônia)
Avatar
Roberto Santiago (Blog da Amazônia) comentou:
28/11/2010
Este artigo, do Prof. José Ribamar Bessa Freire, com certeza é o pior que sua pena já produziu. Começou interessante, mas se perdeu, totalmente, no conteúdo e, mais ainda, no contexto final.
Comentar em resposta a Roberto Santiago (Blog da Amazônia)
Avatar
Alessandra Marques comentou:
28/11/2010
Professor, o que me pergunto é se toda essa operação - com exceção das imagens captadas pela super câmera, da imprensa e dos atores envolvidos a proferir repetidas vezes frases de efeito que já me cansaram - será levada adiante como um trabalho sério e de longo prazo de combate à violência no Brasil. Gostaria de imaginar isso, mas não consigo. Sobre essa questão há o excelente texto "A crise no Rio e o pastiche midiático", do Luiz Eduardo Soares, de 26/11/2010 (creio que já tenha lido, mas vale
Comentar em resposta a Alessandra Marques
Avatar
Giselle (Blog da Amazonia) comentou:
28/11/2010
Ou será uma guerra eterna, muito improvável, ou matam todos os bandidos, o que é impossível, ou volta tudo novamente. Eu não acredito nessa ação da polícia e do governo.
Comentar em resposta a Giselle (Blog da Amazonia)
Avatar
Marcos (Blog da Amazônia) comentou:
28/11/2010
Esse professor que diz estar com medo deve ser um dos muitos bananas que apoiam movimentos pela paz e que apoiam os bandidos em vez de apoiar quem os protege.
Comentar em resposta a Marcos (Blog da Amazônia)
Avatar
Marcelo Freire (Blog da Amazônia) comentou:
28/11/2010
Artigo péssimo, porém nem um pouco surpreendente de uma pessoa que recebe uma excelente remuneração do povo fluminense para escrever e falar bobagens sem fim, zelando pela manutenção da sociopatia esquerdista: + um idiota latino americano expressando sua enfermidade intelectual. Até quando teremos de aguentar articulistas assim?
Comentar em resposta a Marcelo Freire (Blog da Amazônia)
Avatar
Flávia comentou:
28/11/2010
Isso é reflexo da falta de oportunidade a que estão submetidas a maioria dos nossos jovens que infelizmente se corrompem porque como qualquer jovens têm seus desejos e sonhos e acabam enveredando por caminhos sem volta," a nossa pátria amada mãe gentil" precisa acolher melhor seus filhos e assim evitar que morram tão cedo.
Comentar em resposta a Flávia
Avatar
Vânia Novoa Tadros 4 comentou:
28/11/2010
CONTINUAÇÃO: SÃO RESPONSÁVEIS POR ISSO DESDE OS COMERCIANTES AONDE OS MATERIAIS FORAM COMPRADOS, ENTREGADORES, PEDREIROS E TODOS OS QUE PARTICIPARAM DA CONSTRUÇÂO DO CASTELO DO REI DA DROGA
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros 4
Avatar
Vânia Novoa Tadros 3 comentou:
28/11/2010
AINDA NO COMP. DO ALEMÃO FOI ENCONTRADA A CASA DO TRAFICANTE PÉZÃO COM BANHEIRO DE MÁRMORE, PISCINA DE HIDRO MASSAGEM, VÁRIAS CENTRAIS DE AR CONDICIONADO, PISCINA COM DEC.
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros 3
Avatar
Vânia Novoa Tadros 2 comentou:
28/11/2010
AS TROPAS ENCONTRARAM UMA CASA NO COMPLEXO DO ALEMÃO 2 TONELADAS DE MACONHA EM AMBIENTE REFRIGERADO NUMA CASA DE 3 ANDARES. NINGUÉM NOTOU ISSO
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros 2
Avatar
comentou:
28/11/2010
HOJE A INFANTARIA E POLICIAS INVADIRAM E TOMARAM O ALTO DO COMPLEXO DO ALEMÃO. AS TROPAS HASTEARAM UMA BANDEIRA NACIONAL E OUTRA DO RIO NO ALTO DO COQUEIRAL. QUEM CONSOME DROGAS É COPARTICIPE DE TODA A MORTE FRUTO DO TRÁFICO
Comentar em resposta a
Avatar
adalbertogg comentou:
28/11/2010
sempre você,ganhei meu domingo.hilariante o que você escreve!!!
Comentar em resposta a adalbertogg
Avatar
Benedito Carvalho (1) comentou:
28/11/2010
Não deixe de ler o artigo do Eduardo Soares no Viomundo. O que está acontecendo no Rio é justamente isso que o sociólogo que você citou disse: luta pela hegemonia do tráfico, onde estão presentes as milicias. Nós, simples idiotas, telespectadores da Globo o que vemos é a versão III do Tropa de Elite. O que salva o Rio é essa menina que você cita. É o que sobra no meio do desembarque na Normandia.
Comentar em resposta a Benedito Carvalho (1)
Avatar
Benedito Carvalho (2) comentou:
28/11/2010
Ah, 200 a 400 reais para dar aos meninos dinamitarem os carros talvez seja uma das soluções para resolver o problema do transito no Rio. Taí uma boa idéia para os ecologistas radicais. O Rio voltaria a ser como naqueles tempos: \" raios de luz e um barquinho a caminhar...\". Com direito de ver garotas com pernas parecidas com aqueles troncos de amarrar onça. Esse seria o tiro mais certeiro.
Comentar em resposta a Benedito Carvalho (2)
Avatar
benedito Carvalho comentou:
28/11/2010
Não deixe de ler o artigo do Eduardo Soares no Viomundo. O que está acontecendo no Rio é justamente isso que o sociólogo que você citou disse: luta pela hegemonia do tráfico, onde estão presentes as milicias. Nós, simples idiotas, telespectadores da Globo o que vemos é a versão III do Tropa de Elite. O que salva o Rio é essa menina que você cita. É o que sobra no meio do desembarque na Normandia. Ah, 200 a 400 reais para dar aos meninos dinamitarem os carros talvez seja uma das soluções para res
Comentar em resposta a benedito Carvalho
Avatar
Vânia Novoa Tadros comentou:
27/11/2010
NÃO TENHO PENA DE BANDIDOS ENVOLVIDOS COM NARCOTRÁFICO. O GOVERNO BRASILEIRO PODIA CONSTRUIR UM PRESÍDIO EM UMA ILHA, COMO O ANTIGO DE FERNANDO DE NORONHA, PRENDE-LOS LÁ SEM DIREITO À VISITAS, BANHO DE SOL E ETC. E OS ADVODADOS DOS BANDIDOS SÓ PODERIA FALAR COM ELES NA PRESENÇA DE UMA AUTORIDADE
Comentar em resposta a Vânia Novoa Tadros
Avatar
Gleice Mattos comentou:
27/11/2010
A situação não deveria permitir mas com esse olhar não dá para resistir e dar umas boas risadas! Bessa, você é demais! Espero que as famílias por lá fiquem bem!
Comentar em resposta a Gleice Mattos