CRÔNICAS

ZÉ MELO NO ESPOCA-VELHA

Em: 25 de Julho de 2010 Visualizações: 18860
ZÉ MELO NO ESPOCA-VELHA

Quando cheguei no aeroporto Eduardinho, em Manaus, às 6 horas da manhã dessa quarta-feira, a primeira coisa que vi foi a careca do candidato a vice-governador, José Melo Merenda (PMDB – vixe, vixe). Fiquei em pânico. Senti que a presença dele ali, naquele momento, era uma ameaça ao curso de História do Médio Rio Negro que eu ia dar para professores e lideranças indígenas em Barcelos.

  – “Minha santa periquita! Não vou poder viajar. Meu requerimento, dessa vez, vai ser indeferido” – pensei, sem tirar os olhos de cada passo do Melo Merenda, que estava inquieto, caminhando de lá pra cá, como um leão sem juba dentro de uma jaula.

O requerimento em questão é uma estratégia para dominar o medo de viajar de avião. Foi inventado pelo meu amigo Marcus Barros, ex-reitor da Universidade Federal do Amazonas e ex-diretor do IBAMA, na época em que ele e eu fazíamos parte do sindicato nacional dos professores universitários e viajávamos muito. Com o requerimento, conseguíamos dominar o nosso medo, que algumas vezes beirava ao pânico. Seu uso pode ser útil aos que sofrem da mesma fobia.

Trata-se de uma técnica simples que, de saída, procura identificar as causas do temor de um acidente aéreo. Descobrimos que a origem do nosso era o receio de uma punição divina – merecida, diga-se de passagem – pelos pecados que cometemos. Marcus agora anda mais calmo, mas pecava muito contra o 6º mandamento. Mais tímido, eu também, na minha juventude, andei pecando, embora só em pensamento, contra o 9º mandamento, sobretudo quando o próximo não estava próximo. De qualquer forma, éramos dois pecadores.

– Parceiro, quem entra num avião carrega consigo os próprios pecados. Aí, se todos os assentos forem ocupados apenas por pecadores, o peso dos pecados, auxiliado pela lei da gravidade, vai derrubar o avião. Precisamos de crianças inocentes viajando que funcionem como contrapeso – dizia Marcus, com o olho rútilo e os lábios trêmulos. Fazia sentido. Tinha lógica. Por isso, a gente ficava com o pescoço francês na mão, quando embarcava num avião.

Vai daí que no momento do check-in, procurávamos observar se havia crianças embarcando. Em caso afirmativo, a gente ficava aliviado e impetrava uma espécie de habeas corpus preventivo, numa conversa olho no olho com o Todo Poderoso. Fazíamos um requerimento oral em forma de oração, com as seguintes palavras:

Excelentíssimo Sr. Todo Poderoso,

Os abaixo assinados se dirigem a Vossa Excelência para expor e requerer o que segue.

Considerando:

1. Que os requerentes sempre obedeceram oito dos dez mandamentos;

2. Que a carne é fraca, e os requerentes, algumas vezes, transgrediram o 6º e o 9º mandamentos, que são os mais fáceis de ser perdoados;

3. Que os requerentes estão profundamente arrependidos e fazem firme propósito de emenda;

4. Que alguns passageiros deste voo são criancinhas e, em caso de acidente aéreo, pagarão pelos nossos pecados, o que não é justo;

Diante dos fatos aqui expostos, requerem:

1. Que o Senhor Todo Poderoso tenha piedade dessas crianças inocentes e não deixe o avião cair.

Nesses termos

Pedem Deferimento

Diante de argumento tão convincente, o Supremo Arquiteto do Universo sempre deferiu o pedido, porque não pode permitir que o justo pague pelo pecador. Com o medo assim dominado, viajávamos com tranquilidade.

Acontece, leitor (a) que nessa quarta-feira não havia uma só criança no salão de embarque, o que já me deixou nervoso. E ainda por cima, lá estava o Zé Melo Merenda, que transgrediu quase todos os mandamentos, carregando consigo toneladas de pecados. Aquele aviãozinho da Trip não aguentaria sobrevoar com os pecados do Melo.

O José Melo foi agente da Assessoria Especial de Informação da UFAM (AESI) na época da ditadura militar e levantou falso testemunho, transgredindo o 8º mandamento. Ainda por cima pecou contra o 11º mandamento, que não estava escrito na tabua de Moisés, mas faz parte da tradição oral: “Não dedurarás teu próximo”. Mas seus pecados cabeludos foram cometidos quando ele era secretário de educação e estão relacionados aos ovos da merenda escolar.

Na época, o deputado Luis Fernando Nicolau denunciou o desvio de duas mil toneladas da merenda escolar, no valor, então, de R$ 6 milhões, o equivalente a 215 caminhões entupigaitados de alimentos. Acusou diretamente o governador Amazonino e seu secretário de educação José Melo como responsáveis pelo desfalque.

O Tribunal de Contas da União (TCU) fez uma auditoria, procurando os ovos nas notas de empenho e nas notas fiscais. Descobriu que a SEDUC pagou por eles um preço muito superior aos valores do mercado e que os ovos do Melo eram superfaturados. Os auditores visitaram as escolas do Amazonas, na hora do recreio, para ver se os ovos eram hipernutritivos e constataram que não estavam sendo consumidos. Deram uma incerta nos armazéns das empresas fornecedoras, que eram os fiéis depositários das mercadorias, e nada encontraram. Os ovos desapareceram.

Na realidade, muitos alimentos, incluindo ovos e suco concentrado, nunca chegaram à rede escolar, embora tivessem sido pagos antecipadamente. O TCU concluiu que houve superfaturamento na compra de alimentos com recursos do governo federal durante as administrações dos secretários Manoel Veríssimo e José Melo. Na época, o repórter Serginho Bartholo registrou o voto do ministro relator do processo, Paulo Afonso Oliveira, que considerou improcedentes as explicações de Melo e Verissimo.

Por isso, leitor, quando vi o José Melo no Eduardinho, carregando com ele o peso de várias toneladas de merenda escolar e os recursos desviados da Fundação de Assistência ao Estudante (FADE), tremi nas bases. “Se ele entrar no avião, eu não viajo, não corro esse risco nunca” – pensei, ainda mais porque não havia crianças no pedaço, me impossibilitando de usar o requerimento. Alguém aumentou meu pânico, dizendo que o ex-governador Eduardo Braga também ia viajar com o Melo em campanha pelo interior.

"Danou-se!" – pensei. É dose! Zé Melo e Eduardo Braga juntos no mesmo avião – o Dudu depois da variação patrimonial declarada no Imposto de Renda – constituem uma bomba na iminência de explodir. Felizmente para todos os passageiros, os dois tomaram um jatinho particular, nos livrando da companhia indesejada. Parece, no entanto, que o destino do Melo era o mesmo que o meu: Barcelos. Ontem à noite, no forró do ‘point’ de Barcelos, um barzinho chamado Espoca-Velha, vi uma careca reluzente parecida com a dele sacolejando o esqueleto e rodopiando no salão de dança. Eu, hein, Rosa? Vade retro, capiroto!

 

 

 

 

Comente esta crônica



Serviço integrado ao Gravatar.com para exibir sua foto (avatar).

56 Comentário(s)

Avatar
Airton Caldas comentou:
25/05/2013
Infelizmente o outro voô com a secretária de educação não tanta sorte assim! E hoje temos na secretaria de educação municipal um deputado federal que se quer conhece a realidade da educação local, que não vez um projeto lei, uma emenda constitucional (pec) para educação, e ainda contratou uma empresa pra servir três merendas por turno. e nem sequer passou por licitação (que deveria ter feito), contratou sem licitação também, a empresa das apostilas do positivo pro ensino básico! Lamentável e vergonhoso, que aconteça ainda essas mazelas numa pasta tão importante que é a Educação! E o salários dos professores: ÓOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!
Comentar em resposta a Airton Caldas
Avatar
Ademir comentou:
02/08/2010
Mauricio, você nunca pecou contra a castidade?
Comentar em resposta a Ademir
Avatar
FLZfSntsB comentou:
08/06/2012
A cada ciclo de busca da Torre ne3o sei quatons foram, nem quatons ainda vire3o Roland, o pistoleiro, acabaria por cruzar meu caminho, je1 que fae7o parte de seu ka-tet. Talvez um eu diferente a cada ciclo, de possedveis universos diferentes. Provavelmente eu o odiaria de comee7o, talvez ele tentasse me matar. Em muitos desses ciclos, eu seria sacrificado de algum modo, talvez brutalmente assasinado. Em alguns, partiria com uma morte gloriosa. Em outros, um final feliz estaria e0 minha espera. Mas, ao final de cada ciclo, antes de cruzar a faltima porta, Roland se lembraria de mim com orgulho e agradeceria por eu ter tomado parte de sua busca.
Comentar em resposta a FLZfSntsB
Avatar
Maurício Silva comentou:
02/08/2010
O 6º mandamento é "Não matarás" ou eu estou enganado?
Comentar em resposta a Maurício Silva
Avatar
Fátima Nascimento comentou:
01/08/2010
Que delícia de crônica! Com humor abordou temas importantes e infelizmente corriqueiros, como corrupção, desgovernos... Ah, passarei a observar se há crianças no vôo, mas se não tiver vou apelar pra criança que há em mim e que insiste em não adultecer. Meu abraço.
Comentar em resposta a Fátima Nascimento
Avatar
Daniel Moura (Blog do Sarafa) comentou:
30/07/2010
Professor, ainda bem que o Sr. não foi no mesmo avião porque esses dois, Braga e Melo, podem carregar dois aviões de tantos pecados.Dois que nunca, mas NUNCA irei votar.Um, sempre levou pernada e bajulador, o outro arrogante e prepotente, vai ganhar, infelizmente para o senado e vem candidato a prefeito em 2012, deixando a cadeira para esposa Sandra, tudo em família.Fim dos tempos mesmo. O senador Jeferson Péres deve estar se revirando no túmulo com tanta pilantragem na política nessa eleição.
Comentar em resposta a Daniel Moura (Blog do Sarafa)
Avatar
Carlos (Blog do Sarafa) comentou:
30/07/2010
Vejo então! Que fica difícil você viajar de avião com o Alfredo, Serafim e o filho Marcelo. Imagina comigo, você caminhando junto deles, cuidado! Você pode ser tragado pra debaixo da terra!
Comentar em resposta a Carlos (Blog do Sarafa)
Avatar
adeice torreia comentou:
30/07/2010
Oi Bessa, que maravilha! continuo sua fã meu querido professor. Quanto mais velho mais brilhante. Até esqueço de quanto nós ficávamos mordidos com você, quando nos pegava p!ra Cristo em Sala de aula, mostrando a mesmice dos nossos textos. Que nada, era inveja. Como jornalista, também tenho minhas histórias. Mas continuo intrigada. De onde vem sua genialidade? Parece que piorou. Prá melhor ainda, se é que é possivel!. Agora com mais tempo livre para fuçar, te achei na internet. Estou feliz. gr
Comentar em resposta a adeice torreia
Avatar
Flávio Diniz... comentou:
29/07/2010
Avatar
Wilson comentou:
29/07/2010
Engracado o sr. Bessa defender comunistas enrustidos no PT e nao ter nenhum peso de consciencia. Defender Mao Tse Tungs, Stalins, Trotskys e outros que mataram tantos milhoes parece que pra ele nao tem problema. Se manca e tenha vergonha!!!
Comentar em resposta a Wilson
Avatar
A.Maria Araujo (1) comentou:
27/07/2010
O senhor só viaja pro Norte? Quando vem a Natal-RN ou Fortaleza-Ce? Queria muito um olhar sobre os índios daqui, índios da serra de Uruburetama. Queria saber mais sobre os GUANACES? Minha cidade é Itapajé-Ce. Há muitos suicídios lá. Qual a explicação? Quem pode me ajudar a entender isso. Não sou pesquisadora, nem socióloga, nem antropologa. Sou irmã de um jovem de 42 anos, que no dia 25/12/2006 suicidou e deixou uma neta, de quem sou madrinha e tem os dois avos paterno e materno suicidas.
Comentar em resposta a A.Maria Araujo (1)
Avatar
A.Maria Araujo (2) comentou:
27/07/2010
Hoje, questiono se é saudável para a criança morar neste lugar? Os pais das crianças, ao invés de estudar, estão pegando no batente as 6:30 para sobreviverem e cuidarem da filha. Vejo tristeza no olhar destes jovens pais. Minha sobrinha ao engravidar (gravidez precoce) casou, ficaram morando na casa do pai. Com a morte dele, teve que trabalhar para pagar aluguel, comida e cuidar da filha. Acho tanta responsabilidade pra dois jovens. Eles trabalham numa fabrica de calçados de um grupo gaucho que
Comentar em resposta a A.Maria Araujo (2)
Avatar
A. Maria Araujo (3) comentou:
27/07/2010
gaucho que felizmente se instalou em Itapajé. Caso contrario, a situação seria pior pra tantos jovem com idade para o mercado de trabalho. A educação de minha afilhada eu garanto. Mas não tenho como ajudar os 2 jovens no psicológico. Pergunto se é salutar para os 3 continuarem a morar na cidade: em Fortaleza: a mãe trabalhando com salário e o irmão ainda sem caminho, embora estejamos(tios) oferecendo condições pra ele estudar. Tenho medo! Se souber de alguém que possa ajudar ficarei muito grata
Comentar em resposta a A. Maria Araujo (3)
Avatar
sOYxQIGSQtSMlcd comentou:
13/05/2013
so and I don't know how to thank her. All sports make you try out and they break you heart if you don't make it. Track is difrfeent. You don't have to try out and you make so many friends. You get into shape and you never feel left out. Everybody on your team goes through the same experience, whether its being tired from practices or joy from winning, it's all fun. The first week might be tough and you might one to quit, but it all gets easier. After the first two weeks of practices, you'll want to go track more than ever. And it's not all running, there's jumping and throwing to. I would recommend throwing because it's easier, funner, and you feel like family with the other throwers. Well good luck choosing! Contato de sOYxQIGSQtSMlcd
Comentar em resposta a sOYxQIGSQtSMlcd
Avatar
Claudinha comentou:
27/07/2010
Bessa..Viajei na terça-feira pela Trip para Parintins...Se soubesse dessa possibilidade do requerimento, teria ido mais tranquila (tenho pavor de voar)... Agora...Minha aflição será maior sempre que encontrar essas almas perdidas (Belão, Mazoca, Dudu,Omar,Cabo Pereira, Eron, Vanessa, enfim...) em meus vôos... Só me resta catar um monte de menino e botar dentro do aviáo...Haja criança prá equilibrar tanto pecado.. :-)
Comentar em resposta a Claudinha
Avatar
Fátima Almeida comentou:
27/07/2010
Muito divertido! É genial essa forma de fazer crítica política, satirizando as patranhas dos corruptos.
Comentar em resposta a Fátima Almeida
Avatar
Helena comentou:
27/07/2010
Oi Professor Bessa. É sempre muito bom ler suas crônicas. Ah quem me dera ler algo semelhante no DC (diário catarinense), por aqui também não falta quem desvie dinheiro público, superfature merenda escolar e use o fundeb para comprar uniforme, entre outras!!! quanto ao medo de voar, não adianta teologia ou requerimento, o negócio é crer que a hora deles não é a mesma que a nossa, pois não seria meio injusto por parte do Todo Poderoso?
Comentar em resposta a Helena
Avatar
Hagá Romeu Pinto comentou:
27/07/2010
Bessa, vê o lado positivo. Seria bem pior e mais perigoso que voar se Dona Elisa te obrigasse e estudar numa escola administrada pelo José Melo Merenda... Mas a dúvida continua: devemos votar na situação e eleger um ser desprovido de inteligência como o “Omau Aziz”? Ou devemos votar na “oposição” e eleger o Cabo Pereira (agora com o Serafa, pode?)? Me tortura, chuta meu saco que eu aguento. Já um cenário desse, me mata!
Comentar em resposta a Hagá Romeu Pinto
Avatar
Hagá Romeu Pinto comentou:
27/07/2010
Bessa, me permita deixar um recado para esse doutorzinho: Marcelinho, leia com bastante atenção o meu nome. Faça! E quando o fizeres, balance-o!!!!
Comentar em resposta a Hagá Romeu Pinto
Avatar
jose nogueira comentou:
27/07/2010
Bessa, meu mestre, suas crônicas são risos e me fazem bem! Sobre o professor Melo, um dia acompahei um evento em homenagem ao então homem forte da velha FUA, e lá estava um enorme fatia da chamada nata dos poderes no Amazonas, e com meus botões pensei: o que o poder faz! Será que se o Zé Melo não fosse secretário, esse cenário existia. O ambiente estava tão carregado de gente, lógico, a maioria de hipócritas, que havia caboco pagando pra ter um lugar na cerca próxima do palco. Ainda bem que há o
Comentar em resposta a jose nogueira
Avatar
jose nogueira comentou:
27/07/2010
Mestre, suas crônicas continuam como ensinamento em forma de humor. É bom lembrar o Zé Melo que o capiroto é o presidente do quinto tribunal, que fica na sala nobre de mármore quente, logo na entrada do vulcão dos condenados. Se ele tem esta costa larga desde sua passagem pelos bancos da velha FUA, ele vai ficar de cabelo em pé, aliás, mais careca, pois o quinto tribunal tem um jurado implacável, formado por Hitler, J. Estripador, Somoza, Micuçu, Cara de Cavalo, Nero, Lampião, J. Jones e outros
Comentar em resposta a jose nogueira
Avatar
jose souza do nascimento zeca comentou:
27/07/2010
ZE BEIJOS DA CHACHA CRAFUFE E MEUS EU CONFIO EM VC. PARA NOS AJUDAR NO MELHOR PARA O COLETIVO AMIGO QUERIDO VC. FAMILIA CONTINUAM CONVIDADOS EM MINHA CASA ABRACOS BEIJOS NA FAMILIA.ZECA NASCIMENTO
Comentar em resposta a jose souza do nascimento zeca
Avatar
Sonia Vasques comentou:
26/07/2010
Dei boas risadas.É pena que não tenha punição p/ esta gente. Relendo a Mosca Azul do F.Betto tem uma ótima sobre o Estado "Deus criou o mundo em sete dias e quando foi descançar o Diabo aproveitou e criou o Estado" Um grande abraço. Sonia-26/7/2010-Nova Friburgo-RJ
Comentar em resposta a Sonia Vasques
Avatar
Agostinho Siqueira comentou:
26/07/2010
Deco, veja: http://www.taquiprati.com.br/cronica.php?ident=844 Nesse taquiprati o Ribamar Bessa, no final, reproduz dois oficios do Melo, cujas cópias eu enviei pra ele. Nesses oficios, o Melo está dedurando
Comentar em resposta a Agostinho Siqueira
Avatar
Deocleciano Sousa comentou:
26/07/2010
É Bessa, eu fui uma das vítimas do dedo duro do José Melo na UFAM, infelizmente não existe mais documentos comprobatórios de sua pasagem por aquele nefasto órgão do SNI dentro da UFAM, pois mandaram queimar as fichas que ele com o Heliandro Maia faziam. Felizmente não tenho medo de avião, como o compositor Belchior, pois sou devoto de Santos Dumont. o padroeiro da aviação. Uma abraço do Deco.
Comentar em resposta a Deocleciano Sousa
Avatar
André Ricardo comentou:
26/07/2010
Que fim deu o processo do Zé Merenda?
Comentar em resposta a André Ricardo
Avatar
Lilian Costa Nabuco dos Santos (1) comentou:
26/07/2010
Querido Bessa, que delícia de texto, como sempre! Também tenho certo pânico de avião. Com 23 anos, sozinha, e na primeira viagem de avião indo para a Europa, banquei a valente mas acabei fazendo literalmente uma grande poça de pipi no boeing da Panair. Como se não bastasse, lá pela madrugada, ainda dominada pelo pânico e pela ignorância técnica, acordei o avião inteiro gritando que um dos motores estava se soltando das asas. Diante disto resolvi encher a cara de uísque, apesar de nunca beber.
Comentar em resposta a Lilian Costa Nabuco dos Santos (1)
Avatar
Lilian Costa Nabuco dos Santos (2) comentou:
26/07/2010
Para a tripulação qualquer alternativa que me neutralizasse era boa. Já alegrinha fui tagarelar na cabine de comando, entrei num barato de aprender a dirigir o avião e fiquei eufórica quando vi Açores, a primeira ponta da Europa e a nítida curvatura da Terra. Minha empolgação era tanta que não me sentei nem para aterrisagem. Medo já era! Cheguei em Lisboa de porre, o único da minha vida, mas feliz. A partir daí disfarço o medo me entregando à beleza da paisagem. Assim foi quando fui à Manaus.
Comentar em resposta a Lilian Costa Nabuco dos Santos (2)
Avatar
Lilian Costa Nabuco dos Santos (3) comentou:
26/07/2010
Sobrevoei o rio e a floresta. Anestesiada pela beleza, pensava: se acontecer um acidente, "fds", valeu a pena! Pecados? Faz sentido comentário do Rogério: subiremos aos céus e nos estará destinado lá um bom lugar. Sempre estivemos do lado bom, das boas causas (lembrando querido Darcy Ribeiro). Lutamos contra infernos e capetas e isto tranqüiliza. De qualquer forma, sempre que vôo, além da reza básica, adotarei o REQUERIMENTO. A lógica dele é inegável e o Todo Poderoso há de ao menos considerar.
Comentar em resposta a Lilian Costa Nabuco dos Santos (3)
Avatar
Heliana Feijó Leite comentou:
26/07/2010
Dr. Marcelinho, Como professora da UFAM (Saúde Coletiva e Internato Rural) fiquei triste com sua afirmação de que despreza o interior do estado. Por que? O que esse povo, excluído e despossuído lhe fez? Por mais incautos, pouco instruídos e muito crédulos em promessas, NAO MERECEM DESPREZO DE NINGUÉM. O Rio de Janeiro não tem problemas ? É a oitava maravilha do mundo? Você fez Internato Rural? Estou curiosa para pesquisar a causa de seu desprezo pelo nosso povo. Eles também são brasileiros.
Comentar em resposta a Heliana Feijó Leite
Avatar
HELIANA FEIJÓ LEITE comentou:
26/07/2010
Dr. Marcelinho, Como professora da UFAM, de Saúde Coletiva e do Internato Rural fiquei triste com a sua afirmação de que tem verdadeiro desprezo pelo interior do estado. Por que ? O que esse povo, a maioria das vezes excluído e despossuído lhe fez ? Por mais incautos, pouco insturídos e muito crédulos em todo tipo de promessa, NAO MERERCEM O DESPREZO DE NINGUÉM. O Rio de Janeiro não tem problemas ? É a oitava maravilha do mundo ? Você fez Internato Rural ? Estou curiosa para pesquisar a causa d
Comentar em resposta a HELIANA FEIJÓ LEITE
Avatar
Vânia Tadros comentou:
26/07/2010
Dr Marcelinho deixe de pavulagem! A maioria dos amazonenses que vão morar no rio acabam voltando para Manaus com a crista baixa. Aí vcs estão sendo governados por dois comandos ligados ao tráfico de entorpecentes. Comem de domingo a domingo feijão com arroz, mortadela e ovo colorido. Andam em ônibus vagabundos, moram em edifício cabeça de porco e depois vem escrever bobagens aqui no blog! Que é que vc me diz da Rozinha e do Garotinho. Te manca!
Comentar em resposta a Vânia Tadros
Avatar
VANIA TADROS comentou:
26/07/2010
QUEM ESCREVEU A RESPOSTA PARA O DR MARCELINHO FOI EU. VANIA TADROS
Comentar em resposta a VANIA TADROS
Avatar
comentou:
26/07/2010
DR MARCELINHO DEIXE DE PAVULAGEM! A MAIORIA DOS AMAZONENSES QUE VÃO MORAR NO RIO ACABAM VOLTANDO PARA MANAUS COM A CRISTA BAIXA. AÍ VCS ESTÃO SENDO GOVERNADOSPOR DOIS COMANDOS LIGADOS AO TRÁFICO DE ENTOPECENTES. COMEM DE DOMINDO A DOMINGO FEIJÃO COM ARROZ, MORTADELA E OVO COLORIDO. ANDAM EM ONIBUS VAGABUNDOS, MORAM EM EDIFÍCIO CABEÇA DE PORCO E DEPOIS VEM ESCREVER BOBAGENS AQUI NO BLOG! QUE É QUE VC ME DIZ DA ROZINHA E DO GAROTINHO. TE MANCA!
Comentar em resposta a
Avatar
Clayton Luiz(2) comentou:
26/07/2010
E para o capeta, que gosta de gente com especiais habilidades para executar traquinagens, é indispensável para ele defender junto ao Altíssimo, vidas tipo; Bruno, Zé merenda, Negão, Lula, Dudu, Omar, Buchada, Eron, Aldo Rebelo, Kátia Abreu, Djwere, Caboco-tranca-rua (eu e o TQPT também).
Comentar em resposta a Clayton Luiz(2)
Avatar
Clayton Luiz(1) comentou:
26/07/2010
Outro dia na missa estava lá uma criança tocando o zarralho na celebração e incomodando a todos os pecantes presentes. O padre percebendo o incómodo da comunidade deu stop e disparou o ralho; - Aqui é a casa do Senhor e ele disse; “vinde a mim as criancinhas”. Por isso, acho meio perigo esse tipo de requerimento numa hora dessas, já que a promotoria divina de acusação no juízo final é o capeta.
Comentar em resposta a Clayton Luiz(1)
Avatar
Benjamin Baniwa comentou:
26/07/2010
Muito boa a crônica. Professor, o senhor estaria muito mais seguro voando perto do Melo, Dudu e Cia. Pois o que vemos são os inocentes e crianças morrendo, sendo mortas, de várias formas. Por outro lado, essas coisas ruins nunca morrem e nem desaparecem. Avião nunca cai com eles... aliás eles nunca caem... ifelismente.
Comentar em resposta a Benjamin Baniwa
Avatar
Marcelinho (1) comentou:
26/07/2010
Parabéns pelo texto-denúncia (constatação de sempre impunidade). Você é brilhante 'professor'. Sou amazonense, médico, estou com endereço fixo no Rio desde 2006. A família de meu pai é daqui. Já havia morado aqui quando criança e adolescente, mas meu pai voltou pra esse atraso que é o Amazonas. Assim que pude me mandei daí. Vou me esforçar ao máximo pra nunca mais voltar pra esse atraso. As pessoas votam mal. É impressionante. Essa oligarquia viciosa e nefasta: Amazonino, Eduardo Braga... Maldit
Comentar em resposta a Marcelinho (1)
Avatar
Marcelinho (2) comentou:
26/07/2010
Malditos abutres. Voce é um livro por isso o chamo professor. Mantenha essa linha. Voce é o maior. Num estado em que o presidente Lula tem praticamente 90, 95% de votos com certeza Algo não vai bem. Esse senhor safado e corrupto e delator do passado era pra estar preso atrás das grades. Assim como José Sarney,Fernando Collor,Romero Jucá, ACM (que já tá inferno graças a Deus).Essa viagem de avião da TRIP é um perigo absurdo em quaisquer circunstancias Sempreeeeee!! Pretendo nunca ter que fazer.
Comentar em resposta a Marcelinho (2)
Avatar
Marcelinho (2) comentou:
26/07/2010
Malditos abutres. Voce é um livro por isso o chamo professor. Mantenha essa linha. Voce é o maior. Num estado em que o presidente Lula tem praticamente 90, 95% de votos com certeza Algo não vai bem. Esse senhor safado e corrupto e delator do passado era pra estar preso atrás das grades. Assim como José Sarney,Fernando Collor,Romero Jucá, ACM (que já tá inferno graças a Deus).Essa viagem de avião da TRIP é um perigo absurdo em quaisquer circunstancias Sempreeeeee!! Pretendo nunca ter que fazer.
Comentar em resposta a Marcelinho (2)
Avatar
Marcelinho (3) comentou:
26/07/2010
Tenho verdadeiro desprezo por esse interior desse estado inviável e escroto que é o Amazonas. Me formei pela UFAM e meu professor na disciplina de Psiquiatria foi o Dr. Manuel Galvão. Ele dizia: 'Marcelo, Manaus é a cidade mais futriqueira que eu conheço, se produzes uma obra te criticam por produzi-la; se não produzes te criticam por não produzi-la; se realizas ações de mudanças, enfim também és criticado. O que fazer?' Eu soube o que fazer... Perdoe-me a franqueza 'professor'. forte abraço.
Comentar em resposta a Marcelinho (3)
Avatar
Rogério Mota comentou:
26/07/2010
Reza a lenda, para o caso em que a temida morte se torna evento inevitável, que as almas ficam submetidas à lei do peso específico no Além... Se trata, como não poderia deixar de ser, desse mesmo peso dos pecados que dispõe cada alma no seu lugar, meritoriamente... Cuidemos de nossa leveza essêncial que a subida não é fácil.
Comentar em resposta a Rogério Mota
Avatar
Angela comentou:
26/07/2010
Bessa obrigada por nos trazer episódios que nos fazem dar boas gargalhadas. Faz sentido o medo de avião e de outras coisitas mais diante da somatória do saldo pecaminoso crescente dos personagens políticos desse terra de Ajuricaba rsrsrs
Comentar em resposta a Angela
Avatar
José Araújo comentou:
26/07/2010
Devemos ficar atentos aos voos que saem às quintas-feiras de Brasília.
Comentar em resposta a José Araújo
Avatar
José Roberto comentou:
26/07/2010
Gostei Ribamar, além de não votarmos nesses caras citados na crônica, é bom tirarmos um sarro deles, que infelizmente podem ser eleitos por incautos e imbecis.
Comentar em resposta a José Roberto
Avatar
eliana comentou:
26/07/2010
Dr Bessa .o senhor é um dos maiores cronistas que o Brasil tem familia caruanas esta sempre com o senhor
Comentar em resposta a eliana
Avatar
Tarcisio Lage comentou:
26/07/2010
Dom Bessa. Palavra de ateu, capaz de mastigar hóstia em plena turbulência. Os aviões caem e os corruptos permanecem. Sexta-feira, 13 de agosto, pego um da Air France para a Paulicéia Desvairada.
Comentar em resposta a Tarcisio Lage
Avatar
Marcelinho comentou:
26/07/2010
desculpas .. enviei sem querer .. entao concluindo.. Essa viajem de aviao da TRIP é um perigo absurdo em quaisquer circuntancias .. Sempreeeeee!! Pretendo nunca ter que fazer.. Tenho verdadeiro desprezo por esse interior desse estado inviável e escroto que é o Amazonas.. Me formei pela UFAM e, meu professor na disciplina(módulo,matéria) de Psiquiatria foi o Dr.MAnuel Galvao.. Ele dizia: ''Marcelo MAnaus é a cidade mais futriqueira que eu conheço.. se produzes uma obra te criticam por pr
Comentar em resposta a Marcelinho
Avatar
Marcelinho comentou:
26/07/2010
Parabéns pelo texto-denúncia(constataçao de sempre impunidade).. Você é brilhante 'professor'.. Sou amazonense,médico,e estou com endereço fixo no Rio desde 2006..boa parte da familia de meu pai é daqui.. Já havia morado aqui várias vezes quando criança e adolescente mas meu pai resolveu voltar pra esse atraso que é o Amazonas.. Assim que pude me mandei daí.. Vou me esforçar ao máximo pra nunca mais voltar pra esse atraso.. As pessoas votam mal.. É impressionante..Essa oligarquia viciosa
Comentar em resposta a Marcelinho
Avatar
Sonia (Blog da Amazonia) comentou:
26/07/2010
Mainardi diz que vai embora do pais…Depois desse requerimento cuidado passageiros …o voo é fatidico com ele a bordo
Comentar em resposta a Sonia (Blog da Amazonia)
Avatar
Luiz Miguel (Blog da Amazonia) comentou:
26/07/2010
Caro professor Ribamar,so de viajar na TRIP(leia:tripa de intestino) o senhor correu um enorme risco e se conseguiu sair vivo dessa porcaria de TRIPA ops,TRIP, agradeça muito muiiiitoooo a DEUS , acho tambem q vc nao é la muito pecador.
Comentar em resposta a Luiz Miguel (Blog da Amazonia)
Avatar
Gisele (Blog da Amazonia) comentou:
26/07/2010
Eu não tenho medo de viajar de avião. Eu acredito que caso aconteça algum acidente é o destino, não há como evitar. Eu só tenho medo de ficar doente e morrer num hospital. Se me fosse dado escolher eu preferiria mil vezes cair de avião que morrer no hospital. É a única coisa que peço a Deus, que me leve de uma vez pa puft!
Comentar em resposta a Gisele (Blog da Amazonia)
Avatar
JHEF (Blog da Amazonia) comentou:
26/07/2010
Se caísse um avião com o Ricardo Teixeira, seria ótimo!!!
Comentar em resposta a JHEF (Blog da Amazonia)
Avatar
Denise (Blog da Amazonia) comentou:
26/07/2010
Caro Ribamar, obrigada por repassar o tal requerimento à nós outros, também reles mortais, que embora tenhamos nossas “técnicas” não podemos dispensar outras mais.
Comentar em resposta a Denise (Blog da Amazonia)
Avatar
Ana Paula comentou:
25/07/2010
Bessa, também hoje tenho um pouco de medo, mas esse vôo da Trip para SGC e Barcelos é maravilhoso. Antes eu carregava um vidrinho de rivotril liquido (tarja preta), 2 ou 3 gotinhas e aliaviava o pânico. A última vez tinha carregado o vidrinho de merthilolate da minha filha por engano! Apelei agora para os florais e tomo agora gotinhas para pânico, qdo rola. Eu tenho mais medo de voar de noite. De dia, com céu azul, este rio negro lindo serpenteando ao alcance da vista, eu vôo tranquila com a Tri
Comentar em resposta a Ana Paula
Avatar
Ana Paula Caldeira Souto Maior comentou:
25/07/2010
Bessa, também hoje tenho um pouco de medo de voar. mas esse vôo da Trip para SCG e Barcelos é maravilhoso. Antes eu carregava um vidrinho de rivotril liquido (tarja preta), 2 ou 3 gotinhas e aliaviava o pânico. A última vez que pensei usar tinha carregado o vidrinho de merthilolate da minha filha por engano! Apelei agora para os florais e tomo agora gotinhas para pânico, qdo rola. Eu tenho mais medo de voar de noite. De dia, com céu azul, este rio negro lindo serpenteando ao alcance da vis
Comentar em resposta a Ana Paula Caldeira Souto Maior