CRÔNICAS

O VESTIBULAR PARA REITOR

Em: 28 de Novembro de 1988 Visualizações: 4824
O VESTIBULAR PARA REITOR

Por que estudantes são obrigados a enfrentar um vestibular, professores e funcionários um concurso, enquanto reitores não se submetem a qualquer prova de conhecimento? Isso, além de injusto, representa um perigo: eleger incompetentes para o mais alto cargo nas universidades.

Com o objetivo de corrigir tal injustiça, resolvemos dar uma valiosa contribuição para o processo democrático, preparando uma bateria de testes a fim de avaliar os quatro candidatos a reitor da Universidade do Amazonas e suas respectivas equipes.

Como a UA é uma universidade, localizada no Amazonas, e não um grupo escolar de Quixeramobim, o teste pretende avaliar os conhecimentos sobre a produção cultural, artística e literária da região. Recomendamos aos eleitores aplicar o teste nos candidatos e usar a tabela publicada no final.

MARQUE COM UM "x" A RESPOSTA CORRETA:
1. O maior artista plástico da Amazônia, autor do Boi-Seringueiro:
a) Rita Lee; b) Rita Jeep; c) Rita Bernardino; d) Rita Loureiro.

2. A obra mais importante do pintor amazonense Hanneman Bacellar:
a) Cafuné; b) Cata-piolho; c) Fura-Bolo; d) Cadê o bolinho que estava aqui?

3. Aldísio Filgueira, o poetinha, autor de duas obras importantes intituladas:
a) "Estado de Coma" e "Sarampo"; b) "Estado de Sítio" e "Malária"
c) "Estado de Emergência" e "Catapora" d) "Estado Civil" e "Aids"

4. O poeta de refinada sensibilidade, autor de "Barro Verde" e de "Romanceiro da Criação:
a) Ézio Ferreira; b) Elson Farias; c) Nelson Farias; d) Farias de Carvalho.

5. Luís Bacellar, o cantor do Bairro dos Tocos, ganhou um prêmio nacional de poesia da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, então Distrito Federal com seu livro:
a) Frauta de Barro, b) Frota de carro; c) Fruta de sarro; d) Falta de carro;

6. O primeiro presidente da Província do Amazonas, cujo sobrenome era Tenreiro Aranha, chamava-se:
a) Ernesto Geisel; b) Garrastazu Médici; c) Costa e Silva; d) João Batista de Figueiredo.

7. Relacione a segunda coluna de acordo com a primeira:
1. Arthur Engrácio ( ) Mundo mundo vasto mundo
2. Carlos Gomes ( ) Histórias do submundo
3. Senador Parente ( ) Flor de Pedra
4. Heliodoro Balbi ( ) Dane-se o mundo, não me chamo Raimundo

8. O autor de uma arquitetura ecológica, prêmio nacional, que resgatou diversos materiais amazônicos em seus projetos a) Severino Horta; b) Andrade Gutierrez; c) Severiano Porto; d) Amazonino Arca

9. Dois pesquisadores da UA, autores de um livro intitulado "No Rastro de Silvino Santos" e outro sobre o Guarany, elogiado por Carlos Drummond de Andrade:
a) Otalina Aleixo e Carrel Benevides
b) Jofetopica e Lucimar Mamão
c) Selda Vale e Narciso Lobo
d) Lobo d'Almada e Fátima Vale-Tudo

10. O governador do Amazonas no início do século XX:
a) Silvério Tundis; b) Silvério Néry; c) Paulo Pinto; d) Paulo Tundis Nery

11. O escritor vivo mais importante da Amazônia, autor de "Expressão Amazonense" e "Galvez, o Imperador do Acre":
a) Amecy Souza; b) Deco Souza; c) Márcio Souza; d) Cabeção Souza

12. O psiquiatra que acabou com os choques elétricos no hospício Eduardo Ribeiro:
a) Rogélio Casado; b) Sissica Solteiro; c) Manoel Dias Galvão; d) Aguirre Horas

13. Médico e pesquisador reconhecido de doenças tropicais, com artigos publicados em revistas especializadas do Brasil e do exterior:
a) Eules Bentes Ribeiro; b) Marcus Barros; c) Heitor Prateado; d) Alfredo da Matta

14. Sacerdotisa de um terreiro de São Jorge, manteve vivos elementos da cultura popular:
a) Prima Dodora; b) Mana Gina; c) Tia Dedé; d) Mãe Joana

15. O autor das músicas "Lambadas prá dançar" e "Merenguë, Merengá":
a) Cláudio Santoro; b) Pinduca de Tefé; c) Teixeira de Manaus; d) Fafá de Belém

16. "Porto de Lenha", do Torrinho e Aldisio, foi gravada pela primeira vez por:
a) Kátia Cilene; b) Beth Suely; c) Natacha Kinsky; d) Natacha Fink

17. Dois dos nomes abaixo citados contribuíram para o movimento teatral no Amazonas:
a) Carlos Alberto De Carli; b) Stanley Whibbe; c) Jaith Chaves; d) Ediney Azancoth

18. O primeiro romance amazônico "Simá", escrito no século passado, é de autoria de:
a) Silvia Pucu; b) Vivaldo Frota; c) Lourenço Amazonas; d) Neide Gondim

19. O grande latinista, autor da famosa frase: Botarum in orificio Botorum:
a) Cícero; b) Júlio César Seixas; c) Fábio Lucena; d) Oswaldo Coelho

Cuidado para não haver cola. Aplique a seguinte tabela nas respostas dos candidatos a reitor:

100% certo - vote nele; 70% a 90% - na falta de outro, serve; 50% a 70% - merece ser tratado de Vossa Pai-d'eguança no lugar de Vossa Magnificência; Menos de 50% - não merece colocar na cabeça aquele bolo confeitado das formaturas.

Os aprovados no texto do "x", farão uma prova discursiva:

Redação: Comente os versos do poeta Luís Bacellar: "E mesmo que toda a gente/ Fique rindo, duvidando/ destas estorias que narro,/ não me importo: vou contente/ toscamente improvisando/ na minha frauta de barro".

Comente esta crônica



Serviço integrado ao Gravatar.com para exibir sua foto (avatar).

Nenhum Comentário